Líbano receberá 3 toneladas de doações enviadas pela Câmara Árabe-Brasileira

H2FOZ – Paulo Bogler 

O Líbano receberá três toneladas de medicamentos, equipamentos de proteção individual e leite em pó enviados pela Câmara de Comércio Árabe-Brasileira. Essa remessa inicial de produtos foi adquirida com recursos próprios e doações financeiras para a campanha da entidade. 

Leia também: Em solidariedade às vítimas da explosão no Líbano, cúpula da mesquita de Foz é iluminada

Na última terça-feira, 4, uma grande explosão na área portuária de Beirute, capital libanesa, fez mais de 150 mortos e deixou cerca de 5 mil pessoas feridas, além de parte da população da cidade desabrigada. As causas estão sendo investigadas, mediante protestos de rua promovidos população, que pede esclarecimentos e punição dos responsáveis. 

Os produtos do Brasil seguem nesta semana em avião do governo federal, que levará outras doações para ajudar o povo libanês. De acordo com a Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, a entidade seguirá com a campanha de arrecadação ativa.

Por ora, só é possível doar contribuições em dinheiro, por depósito bancário, mas outras formas de auxílio estão sendo avaliadas, conforme a demanda dos libaneses. “A explosão destruiu o porto e grande área em sua cercania com casas, lojas, prédios comerciais e residenciais, hotéis, entre outros”, relatou a assessoria da Câmara Árabe. 

A Câmara de Comércio Árabe-Brasileira atua há seis décadas na integração entre brasileiros e árabes, a fim de contribuir para o desenvolvimento socioeconômico e cultural. Integra a União das Câmaras Árabes e representa o Brasil nos interesses comerciais dos países da Liga dos Estados Árabes.

Foz solidária

Brasil e Líbano mantêm laços culturais, sociais e econômicos fraternos. Entre os árabes e descendentes que vivem no Brasil, 27% são de origem libanesa, informa a Câmara de Comércio Árabe-Brasileira. Há, ainda, muitos brasileiros que vivem atualmente no país árabe. 

Foz do Iguaçu tem a segunda maior colônia de libaneses e descendentes do Brasil, atrás apenas de São Paulo. A estimativa é que essa comunidade reúna 20 mil pessoas, com presença também nas demais cidades das Três Fronteiras, especialmente na vizinha Ciudad del Este, no Paraguai. 

Nesse sábado, 8, a cidade contou com duas atividades em solidariedade ao povo libanês. A cúpula da Mesquita Omar Ibn Al-Khattab foi iluminada, com as cores da bandeira do Líbano, por volta das 18h, uma ação do Centro Cultural Beneficente Islâmico (CCBI). Pouco mais tarde, foi realizado ato público na Praça da Paz.

Saiba como fazer a sua doação: www.ccab.org.br.

(Com informações da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira)

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.