Não foi veneno. Gato Mochilero foi morto num ataque de cães

Bella não foi vítima da maldade humana. Talvez da irresponsabilidade. Foto Facebook

Foi o que exames confirmaram. Seu companheiro de viagens deu a notícia na conta do Facebook.

O colombiano Jhon Galvis, companheiro de viagens de Bella, o Gato Mochileiro, veio a público informar que seu amigo morreu num ataque de cachorros.

Segundo o jornal ABC Color, Jhon disse que exames de laboratório feitos no gato confirmaram que ele morreu de traumatismo provocado pelas mordidas.

Ele contou que o gato tinha escapado de casa e ido pra rua, quando foi vítima do ataque.

No corpo, não foram encontrados vestígios de veneno, como Jhon suspeitava ser a causa da morte. “Foi a primeira coisa que me veio à mente”, disse em live no Facebook.

E aproveitou para criticar as pessoas que deixam seus cachorros livres, defendendo a posse responsável de animais de estimação.

Disse ainda que vai apoiar uma campanha da Diretoria Nacional de Defesa, Saúde e Bem-Estar Animal, responsável pelos exames em Bella, em favor de cuidados corretos com os animais.

O colombiano chegou a pedir desculpas ao povo paraguaio, por ter lançado a acusação de que alguém teria envenenado o gato celebridade.

O que já publicamos sobre o Gato Mochileiro:

Morte do Gato Mochileiro entristece 240 mil seguidores

Que crueldade! Gato Mochileiro é envenenado no Paraguai

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ tem 1149 posts e contando. Ver todos os posts de Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.