Férias de julho aquecem o turismo em Foz do Iguaçu

Visitação anima atrativos, empreendimentos do setor e hotelaria; pico de visitantes na região fronteiriça deverá ser entre os dias 8 e 18.

Apoie! Siga-nos no Google News


Atrativos, hospedagens, gastronomia, comércio e empreendimentos da área estão prontos para as férias de julho em Foz do Iguaçu, que aquecem o turismo. Movimento de visitantes representa recursos circulando na economia, emprego e renda.

LEIA TAMBÉM: Turismo soma R$ 1 bilhão de investimentos privados em Foz do Iguaçu

A folga de meio de ano, com o recesso escolar, é um dos períodos mais esperados do destino iguaçuense. Isso porque o clima ameno de começo de inverno aliado à diversidade de atrações coloca a região trinacional entre as preferências para as viagens em família.

Um dos termômetros é a ocupação hoteleira, que está em 57% na média, revela o Sindhotéis. Mas em algumas categorias, a projeção supera 60%, além da procura que ocorre sem reservas, especialmente por quem escolhe o turismo rodoviário.

Os hotéis mais buscados em Foz do Iguaçu são das categorias:

  • 4 estrelas: 64%;
  • 3 estrelas: 63%;
  • 5 estrelas: 55%;
  • resorts: 55%;
  • 2 estrelas: 49%.

*Designação de estrelas é meramente ilustrativa.

Os indicadores são da pesquisa feita pela entidade entre 26 de junho e 2 de julho, referente ao período de ocupação hoteleira de 6 a 21 de julho. A previsão pode variar conforme a sazonalidade do turismo, eventos específicos e condições econômicas gerais.

Férias de julho na fronteira

O período de férias e meio do ano varia entre os países das Três Fronteiras, enfatiza a ABIH-PR Regional Oeste (Associação da Indústria de Hotéis). No Brasil, abrange de 3 a 17; no Paraguai, a folga é entre 5 e 22; e na Argentina, o período abarca de 8 a 19.

Conforme a entidade, portanto, o pico da movimentação das férias de julho na região fronteiriça deverá ser entre 8 e 18 de julho. “Os meios de hospedagens vêm recebendo cada vez mais pedidos de reservas de leitos”, expõe.

Cataratas do Iguaçu

Os bons números da visitação no Parque Nacional do Iguaçu, que abriga as Cataratas do Iguaçu, reforçam as boas expectativas. E novas atrações e passeios lançados pelo atrativo também ajudarão a tornar ainda mais inesquecíveis as férias em Foz do Iguaçu.

As entradas no parque são os principais indicadores da visitação na cidade. No primeiro semestre deste ano, 853.340 pessoas se encantaram com as Cataratas do Iguaçu, fluxo que equivale a 94% do recebido em 2019, antes da pandemia e ano do recorde de brasileiros e estrangeiros na unidade de conservação.

LEIA TAMBÉM
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.