Ponte da Integração: Codetri reforça ao Governo do Paraná motivos para abrir a via

Exposição foi ao governador em exercício, Darci Piana, que acompanhou o presidente do Paraguai, Santiago Peña, em vista à obra; fronteira pede liberação para veículos.

Apoie! Siga-nos no Google News

O governador em exercício do Paraná, Darci Piana, recebeu do Codetri (Conselho de Desenvolvimento da Região Trinacional do Iguassu) uma série de motivos que reforçam a necessidade de abertura da Ponte Internacional da Integração, concluída desde o ano passado. A exposição foi durante agenda em Presidente Franco, dia 3.

LEIA TAMBÉM: Ponte da Integração é sonho de 30 anos que não pode mais esperar

Piana acompanhou o presidente do Paraguai, Santiago Peña, em visita à Ponte da Integração e às obras complementares. Na ocasião, técnicos apresentaram os trabalhos de engenharia que estão sendo realizados e obras. A comitiva que estão em percorreu as edificações com agentes públicos e lideranças.

O Codetri reúne quatro conselhos de desenvolvimento da região trinacional, e encabeça o movimento para o uso da Ponte da Integração ainda em 2024. A entidade argumenta que ficarão prontas, neste segundo semestre, estruturas do lado paraguaio que permitirão o controle fronteiriço. E na margem brasileira, propõe a utilização da atual aduana com a Argentina.

Conselheiros de desenvolvimento expuseram a Darci Piana os prejuízos que a região acumula com a demora na habilitação da via, em setores estratégicos, como turismo, comércio, logística. O atraso afeta, ainda, a atração de novos investimentos nas duas margens do Rio Paraná. E relataram a pressão no trânsito na Ponte Internacional da Amizade, entre Foz do Iguaçu e Ciudad del Este, a exemplos de recentes feriados.

“Precisamos da ponte aberta para termos, efetivamente, quatro cidades integradas, gerando desenvolvimento econômico e social juntas”, enfatizou o presidente do Codetri, Roni Temp. “Pedimos que os governos do Brasil e do Paraguai viabilizem o funcionamento da Ponte da Integração, a partir das propostas que incluem a passagem de veículos”, realçou.

Diálogos

O Codetri promove diálogo com autoridades brasileiras para abrir a ponte em conjunto com o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu (Codefoz). Já os entendimentos com os agentes públicos do Paraguai incluem o Conselho de Desenvolvimento de Presidente Franco (Codefran) e o Conselho de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental de Ciudad del Este (Codeleste).

Dirigentes dos conselhos de desenvolvimento da região trinacional expõem a importância da abertura da Ponte da Integração em 2024 – foto Divulgação

Na Ponte da Integração

Na vistoria na fronteira, o presidente Santiago Peña destacou a importância desse conjunto de serviços. “Estamos vendo como é possível acelerar essas obras importantes, que incluem acessos à cidade de Presidente Franco, o que significará um impulso muito importante para a região”, expôs Peña.

Já o governador em exercício afirmou que a nova estrutura irá estreitar ainda mais os vínculos do Paraná com o país vizinho. “São obras importantes que estão em andamento nas cabeceiras da ponte nos dois lados. Essa ligação vai melhorar o transporte da produção dos dois países, fortalecendo a economia de todo o Paraná, especialmente da Região Oeste”, salientou Darci Piana.

(Com informações do Codetri)

LEIA TAMBÉM
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.