Pedal de 108km celebra aniversário de Foz; inscrições estão abertas

Iniciativa é do grupo Redescobrindo Foz de Bike - Foto: Divulgação
Siga a gente no

Roteiro inclui lugares de relevância histórica e turística da cidade, que faz 108 anos; participante pode optar pelo circuito de 40 quilômetros.

Haja fôlego! Pedalar 108 quilômetros para celebrar os 108 anos de Foz do Iguaçu é o desafio lançado pelo coletivo Redescobrindo Foz de Bike. Com inscrições abertas, o evento será neste domingo, 12. Falta perna? Para ninguém ficar de fora, a outra opção é o trajeto de 40 quilômetros, mais curto e moderado.

A inscrição a R$ 20 inclui seguro, medalha, 150 litros de chope na chegada e três pontos de apoio com hidratação e frutas, instalados a cada 30 quilômetros. A saída – às 6h – e a chegada serão na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), que fica na Avenida das Cataratas, próximo ao Hotel Bourbon.

O pedal comemorativo aos 108 anos de Foz do Iguaçu contempla a passagem por lugares e pontos de relevância histórica e turística da cidade. A atividade é aberta a ciclistas iguaçuenses e a moradores de municípios vizinhos, incluindo das localidades fronteiriças do Paraguai e Argentina.

Não há idade mínima ou máxima para participantes; menores de idade devem ser acompanhados dos pais e mães. Mas a organização ressalta que o pedal é para ciclistas mais experientes, já que em dados momentos será estabelecido ritmo mais forte, e os 108 quilômetros deverão ser concluídos em sete horas. Haverá aluguel de bicicleta para quem fizer a reserva antecipada.

“Será o segundo pedal de aniversário da cidade do Redescobrindo Foz de Bike a percorrer os quatro cantos da cidade como forma de homenagear o nosso município. É uma forma de aprender mais sobre a cidade, lugares e um exercício de nosso sentimento de pertencimento”, destaca Marcos Farançoso, integrante do grupo. Na organização estão Hélio Otremba e Alcides “Catatau” Moura.

O pedal alusivo aos 108 anos de Foz do Iguaçu pretende reunir 150 pessoas, e o roteiro abrange:

  • Rio Iguaçu, na Ponte da Fraternidade Brasil–Argentina;
  • Ponto da Amizade Brasil–Paraguai, na aduana;
  • Marco das 3 Fronteiras, nas obras da Ponte Integração Brasil–Paraguai;
  • Grande Porto Meira, no extremo-sul da cidade;
  • Itaipu Binacional, no portão acesso à usina;
  • Grande Vila C, no extremo-norte de Foz do Iguaçu;
  • Grande Três Lagoas, na Região Nordeste;
  • Comunidade do Alto da Boa Vista, no extremo- nordeste; e
  • Parque Nacional do Iguaçu, no portão de entrada.

Clique aqui e faça a inscrição: https://www.even3.com.br/foz108/.

Redescoberta de Foz do Iguaçu

Há mais de dois anos, o Redescobrindo Foz de Bike reúne 14 integrantes para contar e vivenciar histórias, percorrendo lugares poucos conhecidos ou, mesmo, desconhecidos pelos iguaçuenses. As imersões pela cidade e fronteira são aos sábados. “A cada semana, desafio é encontrar um novo lugar ou uma nova história. Não é só bike, é história, cultura e aventura”, informa o grupo.

Acesse nas redes sociais: Acessse: facebook.com/rfbsport e instagram.com/rfbsport.

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

-->