Revitalização da Avenida JK: licitação da prefeitura não atrai empresas interessadas

Obra de R$ 24 milhões em uma das principais vias de Foz do Iguaçu é resultado de convênio com a Itaipu; saiba os novos procedimentos.

Apoie! Siga-nos no Google News

A prefeitura não recebeu empresas interessadas na licitação da obra de revitalização da Avenida JK. O certame previa a abertura dos envelopes na manhã desta segunda-feira, 11, mas a concorrência foi considerada deserta, que é o termo empregado quando não há procura.

Reportagem especial:
Hospital Municipal: mudança de gestão e o futuro da saúde pública em Foz do Iguaçu
Unila expõe o que é preciso acontecer para a criação do hospital universitário

O valor máximo dos serviços é de R$ 24,4 milhões, investimento resultante de convênio com a Itaipu Binacional, para prazo de 12 meses para execução. O empreendimento está previsto para abranger do viaduto da Ponte da Amizade à Avenida Jorge Schimmelpfeng.

Ao H2FOZ, por nota, a gestão municipal informou que “processo licitatório para as obras de revitalização da Avenida JK não teve interessados, ficando deserto”, expôs. “Nenhuma empresa apresentou proposta para a obra.”

Agora, a prefeitura dará início à tramitação interna para revisão e republicação do processo licitatório, reportou a municipalidade. Não há prazos informados, por ora. Todo o procedimento é de responsabilidade do município.

A administração pontua que as melhorias na Avenida JK, uma das principais vias públicas iguaçuenses e corredor turístico, contemplam:

  • drenagem pluvial;
  • recapeamento;
  • reforma e adequação do canteiro central;
  • ciclovias, calçadas e nova iluminação.

A JK foi construída na década de 1970. Em sua extensão, possui um canteiro arborizado, cujas árvores, para as obras, deverão ser retiradas, conforme o prefeito Chico Brasileiro, ao assinar o convênio que viabiliza os recursos, com a promessa de menor impacto possível na natureza.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.