Uhuru Festival vem dedicado às mulheres

Uma vez mais o Uhuru Festival brinda Foz do Iguaçu com um caldeirão de estilos e ritmos musicais no Otroplano Estúdio Bar. Dedicada às mulheres, a quarta edição conta com quatro bandas (duas com integrantes meninas) e quatro DJs, todas do sexo feminino (Suh, Liana, Flávia e Gi).

Uma vez mais o Uhuru Festival brinda Foz do Iguaçu com um caldeirão de estilos e ritmos musicais no Otroplano Estúdio Bar. Dedicada às mulheres, a quarta edição, no próximo sábado, conta com quatro bandas (16k8, Pneumonia, Calcinhas S.A e Stam 4, as duas últimas com integrantes meninas) e quatro DJs, todas do sexo feminino (Suh, Liana, Flávia e Gi).

Além da temática feminina, há uma coincidência entre as bandas da noite: todas fazem, em algum grau, variações dos estilos punk rock e hardcore. Segundo Alessandro Ramos da Cunha, o Ali, um dos organizadores, o fato não foi proposital, foi o acaso mesmo. De qualquer forma, pode-se esperar uma festival com muito som rápido e pesado.

Dos grupos musicais que tocam no Uhuru Festival 4, talvez o mais tradicional da cena iguaçuense seja o Pneumonia. Com quatro anos de atividade, Marlon, William e Santiago são os favoritos de quem prefere o punk e o hardcore nacional, levado à Replicantes, Cólera, Ação Direta e afins. No repertório, as músicas do CD independente, lançado em agosto do ano passado.

As meninas do Calcinhas S.A, de São Miguel do Iguaçu, se apresentam novamente em Foz, fazendo um som bem influenciado por ícones do punk, como Ramones e The Clash. Elas foram muito bem recebidas pelo público da cidade num show em pleno carnaval – e garantiram seu retorno ao palco do Otroplano.

Após dois anos e meio de idas, vindas e mudanças de formação, o 16k8 finalmente faz sua estréia oficial num festival. O hardcore a la califórnia, muito rápido e melódico, é a vertente seguida pelo grupo, que, enquanto não traz composições próprias, apresenta covers de nomes consagrados do gênero.

O quarto show da noite vem direto de Santa Rita, no Paraguai. Ainda inédito em Foz do Iguaçu, o Stam 4 toca um punk rock tradicional, reto e com vocal feminino.
Além do som ao vivo, o festival conta com a seleção musical das quatro DJs da  noite. Muito rock, reggae, rap e sons nacionais diversos devem rolar no cd-j da estreante Suh Kita, e das veteranas Liana On Fire, Flávia HC e Gi.

Como de costume, o ingresso custa R$ 5 e a festa começa ligeiramente mais tarde que as edições anteriores, às 22:47. O Otroplano Estúdio Bar fica localizado na Alameda Araxá, 58, próximo ao último ponto de ônibus da Rua Almirante Barroso. O som todo é transmitido ao vivo pelo site www.planobrock.com.br.

(Portal H2FOZ – Léo Barudi, estagiário)

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.