Copa Carlson Gracie de JIU-JITSU encerra 1a edição com grande participação em Foz

Evento contou com apoio de parceiros e presença do Mestre Carlson Gracie Júnior em atividades envolvendo atletas de diversos níveis.

Apoie! Siga-nos no Google News

Durante todo final de semana cerca de 200 lutadores profissionais e amadores reuniram-se para integrar a Copa Carlson Gracie. O público lotou a arena climatizada montada no Mabu Thermas Grand & Resort em Foz do Iguaçu.

A presença do mestre Carlson Gracie Júnior, foi uma das grandes atrações do evento que contou com a graduação de 40 alunos do projeto Oncinhas do Iguaçu, seminário com o convidado e competição com mais 100 categorias.

Durante a graduação, crianças integrantes da ONG (iniciativa da ADERE em parceria com a ONG Embaixada da Família), foram presenteadas com novos quimonos. A ação foi possível devido a uma parceria com o Mabu Thermas Grand & Resort . “A iniciativa foi abraçada por todos os padrinhos, aqui dentro do Mabu, por nossos apoiadores. Todos queriam ver essas crianças felizes. Mais que apoiar, queríamos sentir essa energia do tatame”, disse CEO do Mabu Thermas Grand Resort e Blue Park, Luciano Motta. Entre os apoiadores, o clima era de satisfação. “Percebemos que as atividades coletivas guiam essas crianças para uma boa conduta, a ter disciplina, respeito ao grupo. Apoiar é uma forma de ajudar a garantir o futuro dessas crianças”, comentou Karla Amaral, diretora de Desenvolvimento Humano e Organizacional.

No tatame, 40 crianças integrantes do projeto receberam quimonos novos, seus certificados e graduação das mãos do mestre Carlson Gracie Junior. “Eu quero parabenizar os professores por criarem projetos assim, por acreditarem no esporte e saberem levar o jiu-jitsu a todos os lugares”, comentou.
Na arquibancada pais e mães estavam emocionados com a conquista de cada atleta. Maria de Lourdes veio do Jardim Itaipu para acompanhar os netos na graduação. “A gente precisa apoiar sempre”, resumiu. Daniele Santos do Jardim Florença, mãe de Laura (10), também estava orgulhosa. “Está mais tranquila, melhorou o comportamento. As crianças mudam, e os pais também”.



Liz Mayara da Silva Lopes, 17 anos, se emocionou ao receber a graduação. Membro do projeto Oncinhas ela mostrou-se disposta a mudar seu futuro com o esporte. “Quero seguir com o jiu-jitsu até o fim, quero me formar, ir para uma faculdade e continuar aprendendo a olhar para as pessoas e para mim”.

Aulão

No período da tarde 40 professores e alunos de várias cidades participaram do aulão promovido com o mestre Carlson Gracie Junior. Ao longo de quase duas horas foram repassadas dicas e técnicas desenvolvidas na escola Carlson Gracie de jiu-jitsu.

Rafael Kurten da equipe Carlson Gracie de Laranjeiras do Sul veio ao evento com outros três professores. “Como estamos a uma distância favorável daqui,aproveitamos para vir agregar conhecimento que o jiu-jitsu promove”. Outro grupo veio de Toledo para a aula.”O jiu-jitsu dá muita confiança e empodera a gente”, disse a lutadora Waldineia Aparecida Marques.

Equipe veio de Laranjeiras do Sul para aulão com Gracie Júnior

Alex Alves da academia Spartan Jiu-Jitsu também aproveitou a presença do mestre para aumentar suas habilidades. “O treino foi básico, mas com detalhes importantes para o aprendizado. Há muito aprendizado também na convivência com ele”, apontou. Também de Foz, Athos Emanuel Gonzatti, da Gracie Barra pediu ao mestre uma mensagem aos professores. “Ele tem uma energia revigorante, e creio que vem fortificar nossa fé no esporte e trazer um novo tempo para o cenário do jiu-jitsu na cidade”.
Além da aula prática, Gracie Júnior também conversou com os atletas presentes e trouxe um pouco da história de seu pai. “Sempre tento apresentar o jiu-jitsu que aprendi com meu pai, que traz muita simplicidade mas muita eficiência. Saber defender é mais importante que atacar, essa eficácia pode te salvar em muitas situações, até se calar é uma forma de defesa”.
Encerramento

No último dia do evento, crianças e adolescentes intercalaram as lutas e levantaram a torcida. Para a professora do projeto Oncinhas, Cristiane Fátima de Camargo, a participação dos alunos foi essencial para o crescimento como atletas. “Na primeira competição em junho viemos com 6 atletas, e agora com 20, todos ‘medalharam’”, disse orgulhosa. Segundo ela, não somente a vitória é trabalhada com os alunos. “É preciso saber perder também, porque nesse processo também falamos de ter coragem , e isso eles tem de sobra”.

Kátia Regina, mãe de Sarah (5) , estava apreensiva antes da filha entrar no tatame. “Fico sofrendo antes de começar, mas é uma experiência muito boa”.

Entre os adultos, muitos atletas vieram de longe para competir e ter a oportunidade de encontrar com o mestre Gracie Júnior. Um deles foi o atleta amador Tony Nery, que veio de Franco da Rocha (SP) para o evento. “Já estava nos meus planos vir conhecer Foz do Iguaçu, e veio a oportunidade do torneio com a presença do mestre, foi maravilhoso participar”.

No final da tarde , o mestre Carlson Gracie Júnior despediu-se da cidade e confirmou junto ao idealizador do evento, Marcelo Penayo, o apoio à realização da segunda edição do evento em junho de 2024 em Foz do Iguaçu. “É uma satisfação ter trazido esse novo modelo de evento de lutas à cidade, e poder contar com nossos parceiros e atletas. Vamos consolidar Foz no cenário dos melhores eventos de Jiu Jitsu”, disse Penayo.

A classificação geral com as pontuações finais de cada luta estão disponíveis no site: www.soucompetidor.com.br

A Copa Carlson Gracie de Jiu-Jitsu foi uma realização da ADERE, academias Carlson Gracie Foz do Iguaçu e Galo Preto Nova União, com apoio do Mabu Thermas Grand & Resort e Secretaria Municipal de Esportes.