Gado roubado no Paraguai é recuperado no Brasil

Operação do Ministério Público do país vizinho teve a participação da Polícia Civil do estado de Mato Grosso do Sul.

Apoie! Siga-nos no Google News

Em uma operação conjunta na fronteira entre Brasil e Paraguai, agentes do Ministério Público do país vizinho e da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul conseguiram recuperar, neste início de ano, 117 das 162 cabeças de gado roubadas, no dia 27 de dezembro, em uma estância da localidade paraguaia de Hugua Ñandu.

Leia também:
Argentina apreende carregamento de sêmen de gado na fronteira

De acordo com o jornal La Nación, na ocasião, um grupo de cerca de 15 indivíduos armados chegou a uma fazenda pertencente a um pecuarista brasileiro em Hugua Ñandu e rendeu os três funcionários que estavam no estabelecimento.

Na sequência, utilizaram pelo menos quatro caminhões de grande porte para o transporte de 162 animais a um local nas proximidades da divisa entre o departamento (estado) de Amambay e o estado brasileiro de Mato Grosso do Sul.



Após vários dias de investigações, parte do rebanho foi localizada em uma pastagem na margem brasileira do Rio Apá, município de Bela Vista (MS).

“Nós articulamos o trabalho com a Polícia Civil do Brasil e também com o Exército [do Paraguai], que participou da ação. Em um trabalho coordenado, conseguimos encontrar, em uma pastagem de uso coletivo em Bela Vista, 117 dos animais que estamos procurando”, detalhou Pablo Zárate, promotor do Ministério Público do Paraguai, citado pelo La Nación.

As apurações para identificar os responsáveis e recuperar o restante dos animais continuam. O roubo ou o furto de gado é uma prática que coloca em perigo a segurança sanitária binacional, tendo em vista o risco de que um animal doente seja levado de um país a outro sem ser possível verificar seu status de vacinação.

LEIA TAMBÉM