Movimento migratório na fronteira cresceu 34%, aponta PF

Referente ao mês de janeiro, cifra contabiliza os registros de entrada e saída nas pontes da Amizade e Tancredo Neves.

Apoie! Siga-nos no Google News

No mês de janeiro, a Polícia Federal (PF) contabilizou, nas duas pontes fronteiriças de Foz do Iguaçu, recorde no volume de procedimentos migratórios de entrada e saída do Brasil. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, o crescimento foi de 34%.

Leia também:
Babá paraguaia era mantida sob trabalho escravo e violência sexual em Foz do Iguaçu

“Somando os dados de todos os postos migratórios da região da tríplice fronteira no mês de janeiro, os registros saltam de um fluxo de 215.989 pessoas que transitaram pelas fronteiras internacionais de Foz do Iguaçu, em 2023, para 289.820 em 2024, caracterizando um aumento de 34% de um ano para outro”, informa a instituição, em nota enviada à imprensa.

Segundo a PF, “para absorver esse crescimento, a Delegacia de Foz do Iguaçu adotou uma série de medidas que auxiliaram na agilidade do atendimento e na melhora do serviço prestado aos turistas, como reforço no efetivo, aumento na estrutura, ampliação do número de equipamentos, investimento em tecnologia e a dedicação dos policiais federais que atuam nas aduanas”.



Um dos pontos principais foi a divulgação do sistema de pré-cadastro migratório, no qual o viajante insere seus dados pessoais em um formulário disponível no site do governo brasileiro e reduz pela metade o tempo de atendimento nos guichês das aduanas.

Foz do Iguaçu tem as fronteiras terrestres mais movimentadas do Brasil, além de ficar em terceiro lugar nos registros de entrada e saída, atrás apenas de Rio de Janeiro e São Paulo, que concentram a maior parte dos voos internacionais que operam no país.

Argentina

Na aduana da Ponte Internacional Tancredo Neves, fronteira com a Argentina, a PF contabilizou 120.201 registros migratórios em janeiro, sendo 64.092 de entrada e 56.109 de saída de viajantes. O crescimento em relação a 2023 foi de 35%.

Paraguai

Na Ponte Internacional da Amizade, entre Foz do Iguaçu e Ciudad del Este, foram 169.619 atendimentos, com 91.770 registros de entrada e 77.849 de saída. Na comparação com janeiro do ano passado, o aumento chegou a 33%.

LEIA TAMBÉM