Prefeitos defendem projeto de nova ponte entre Brasil e Argentina

Via sobre o Rio Uruguai ligaria a cidade argentina de El Soberbio a Tiradentes do Sul, no Noroeste do Rio Grande do Sul.

Apoie! Siga-nos no Google News

Prefeitos da província argentina de Misiones e da Região Noroeste do Rio Grande do Sul participaram, na semana passada, de uma reunião para discutir o projeto de construção de uma ponte binacional sobre o Rio Uruguai, ligando as cidades de El Soberbio e Tiradentes do Sul. A conexão atual é feita com serviço de balsa.

Leia também:
Brasil firma ordem de serviço para ponte entre Porto Xavier e San Javier

De acordo com o jornal El Territorio, o encontro ocorreu em El Soberbio e teve a coordenação do prefeito da cidade gaúcha de Três Passos, Arlei Tomazoni, e do vice-presidente da Associação de Municípios da Região Celeiro (Amuceleiro), Marco Aurelio Nedel, que também exerce o cargo de prefeito de Crissiumal.

No entender dos participantes, a construção da ponte, que poderá ser viabilizada com recursos de fontes como o Fundo para a Convergência Estrutural do Mercosul (Focem), ajudará a impulsionar e a dinamizar a economia local, ampliando os investimentos em áreas como o turismo e a produção agropecuária.

Após o debate entre os prefeitos da região, o passo seguinte será o contato com as autoridades estaduais do Rio Grande do Sul e federais, no lado brasileiro, e da província de Misiones e do governo federal argentino, de forma a obter apoio e encaminhar o andamento do pedido.

Panorama da reunião em El Soberbio, cidade que abriga o lado argentino dos Saltos do Yucumã/Moconá. Foto: Gentileza/Prefeitura de El Soberbio
Panorama da reunião em El Soberbio, cidade que abriga o lado argentino dos Saltos do Yucumã/Moconá. Foto: Gentileza/Prefeitura de El Soberbio

O Ministério do Turismo da Argentina, que enviou um representante à reunião em El Soberbio, já manifestou interesse no projeto. Para a segunda quinzena de junho, está prevista a viagem de uma delegação de prefeitos a Montevidéu, sede do Parlamento do Mercosul, para discutir o tema com integrantes do bloco regional.

Brasil e Argentina estão unidos, atualmente, por cinco pontes internacionais, entre Uruguaiana (RS) e Paso de los Libres; São Borja (RS) e Santo Tomé; Paraíso (SC) e San Pedro; Capanema (PR) e Andresito; e Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú. Uma sexta ponte está em construção, sobre o Rio Uruguai, entre as cidades de Porto Xavier (RS) e San Javier.

LEIA TAMBÉM
1 comentário
  1. Aldemir Diz

    Se o Bolsonaro fosse o presidente eles poderiam ter alguma esperança. Mas esse que está só faz obras em outros países para desviar dinheiro.

Comentários estão fechados.