Reabertura da passarela argentina das Cataratas segue sem data

Estrutura de acesso ao mirante da Garganta do Diabo, em Puerto Iguazú, foi danificada pela cheia de outubro de 2023.

Apoie! Siga-nos no Google News

Continua indefinida a data de reabertura da passarela da Garganta do Diabo, no Parque Nacional Iguazú, lado argentino das Cataratas do Iguaçu. A trilha permanece fechada desde outubro de 2023, quando a cheia do Rio Iguaçu provocou danos à estrutura.

Leia também:
Lado argentino das Cataratas teve 1,5 milhão de visitantes em 2023

Em entrevista à Radio República, repercutida pelo portal Misiones Online, a gerente-geral da concessionária Iguazú Argentina, Carol da Rosa, confirmou que 76 trechos da passarela foram afetados pelo volume de água, cujo pico foi de 16 vezes acima da média.

“Vamos reconstruir a passarela o mais breve possível”, afirmou a gerente, citando que algumas das peças arrastadas pela cheia tinham sido especificamente desenhadas para as Cataratas. “Não é só o custo, mas um grande desafio de conseguir todos os materiais e reunir, no menor tempo possível, todos os equipamentos necessários.”



Para 2024, a concessionária prevê a expansão da área do mirante da Garganta do Diabo, em projeto que já conta, desde o ano passado, com o aval das autoridades turísticas e ambientais. O anúncio foi feito no mês de março, com previsão de duplicação da área disponível para a contemplação dos principais saltos das Cataratas.

Danificada em 2022 por uma cheia anterior do Rio Iguaçu, a passarela argentina da Garganta do Diabo foi reinaugurada em março de 2023. Em outubro, contudo, o acesso ao público teve de ser novamente bloqueado, permanecendo suspenso desde então.

Estrutura reconstruída do mirante da Garganta do Diabo, principal atrativo do lado argentino das Cataratas do Iguaçu. Imagem: Gentileza/Iguazú Argentina
Aspecto do mirante da Garganta do Diabo em fevereiro de 2023, pouco antes da reinauguração. Imagem: Gentileza/Iguazú Argentina

Em paralelo, duas outras trilhas panorâmicas estão à disposição dos visitantes do lado argentino das Cataratas: o Circuito Superior, que proporciona vistas de todo o conjunto, e o Circuito Inferior, que serpenteia em meio aos paredões da margem argentina.

Os ingressos para turistas estrangeiros (incluindo brasileiros e demais cidadãos do Mercosul) custam P$ 20 mil, cerca de R$ 110 no câmbio praticado na fronteira. A compra antecipada pode ser feita no endereço https://iguazuargentina.com/.

LEIA TAMBÉM