Temporal na Argentina afetou voos na região de fronteira

Fortes ventos, de até 180 quilômetros por hora, danificaram aeronaves e provocaram estragos no principal aeroporto do país.

Apoie! Siga-nos no Google News

Cidades da Argentina foram atingidas, no sábado (16) e no domingo (17), por fenômenos extremos como rajadas e queda de granizo. Em Bahía Blanca, ao sul de Buenos Aires, 13 pessoas morreram em meio aos destroços provocados pela ventania. Na capital federal, aeronaves foram arrastadas pela força dos ventos no Aeroparque Jorge Newbery.

Leia também:
Aeronave que partiu da fronteira faz pouso de emergência na Argentina
Avião desviado para Foz do Iguaçu faz pouso de emergência no Paraguai

Como resultado, a companhia Aerolíneas Argentinas cancelou voos em grande parte do país, incluindo no Aeroporto Internacional de Puerto Iguazú, que não estava na área afetada pela instabilidade climática. Em Posadas, capital da província de Misiones, os voos de domingo para Buenos Aires também foram cancelados.

As rajadas no Aeroparque Jorge Newbery, aeroporto mais movimentado da Argentina, provocaram danos nos hangares e terminais, com destelhamento de algumas das estruturas e rompimento de vidros. Além disso, 16 aviões da Aerolíneas Argentinas sofreram algum tipo de dano e tiveram de ser retirados de serviço.

Nesta segunda-feira (18), as operações estão ocorrendo de forma normal no aeroporto de Puerto Iguazú, com a retomada das conexões com a capital argentina. No total, 13 voos são aguardados no lado argentino da fronteira até o fim do dia.

LEIA TAMBÉM