Processo seletivo de Itaipu atrai mais de 21 mil candidatos

Provas para o preenchimento de 31 cargos serão aplicadas no dia 21 de janeiro de 2024, em Foz do Iguaçu e Curitiba.

Apoie! Siga-nos no Google News

Itaipu Binacional divulgou, nessa segunda-feira (18), o número de inscritos no processo seletivo externo aberto pela diretoria brasileira em outubro, para o preenchimento de 31 cargos de níveis médio, técnico e superior na hidrelétrica do Rio Paraná.

Leia também:
Concurso público com mais de 6 mil vagas federais divulga novo calendário

As vagas são para admissão imediata e formação de cadastro de reserva. Os salários iniciais variam, conforme a função, de R$ 4.005,76 a R$ 8.902,45, além de benefícios como vale-alimentação, previdência privada, plano de saúde e auxílio-educação.

De acordo com as cifras divulgadas por Itaipu, 21.295 pessoas estão inscritas para participar do processo, cujas provas serão aplicadas no dia 21 de janeiro de 2024, nas cidades de Foz do Iguaçu e Curitiba.



Do total de inscritos, 2.951 pessoas se declaram negras. Já o número de candidatos que se identificam como tendo algum tipo de deficiência (PcD’s) chegou a 600.

“Estamos contentes com a quantidade de inscritos, sabemos que será um processo disputado e que deve selecionar pessoas muito qualificadas para compor o quadro de empregados da margem brasileira, que já é reconhecido pela sua eficiência e comprometimento”, afirmou o diretor-geral brasileiro de Itaipu, Enio Verri.

O edital com o detalhamento do processo seletivo foi publicado nos sites de Itaipu Binacional e do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), entidade organizadora do certame.

A maior parte dos cargos é para lotação em Foz do Iguaçu, mas há também possibilidade de atuação em Santa Helena, Guaíra ou Brasília.

O Tratado de Itaipu não estabelece critérios para a contratação de empregados, mas a entidade implantou o processo seletivo, similar a um concurso público, para democratizar o ingresso à empresa. A última seleção de funcionários brasileiros foi em 2019.

LEIA TAMBÉM