Paralisia infantil: com baixa procura por vacina, município alerta para risco de crianças sem imunização

Apenas uma a cada três crianças está vacinada contra a poliomielite em Foz do Iguaçu, menor cobertura já registrada; doença afeta o sistema neurológico e pode causar morte.

Apoie! Siga-nos no Google News

Apenas uma a cada três crianças está vacinada contra a poliomielite em Foz do Iguaçu, menor cobertura já registrada; doença afeta o sistema neurológico e pode causar morte.

As autoridades sanitárias em Foz do Iguaçu alertam para o risco de poliomielite, a paralisia infantil, a que estão submetidas crianças menores de 5 anos de idade que não tomaram a vacina. A doença compromete o sistema neurológico e pode levar a óbito, reforça a Agência Municipal de Notícias (AMN).

LEIA TAMBÉM: Cobertura de vacina contra poliomielite em Foz do Iguaçu é a mais baixa já registrada

No município, apenas uma a cada três crianças iguaçuenses está vacinada. Do público-alvo, só 32% dos pequenos receberam a dose que protege contra a doença, informa a gestão municipal, ante cobertura recomendada de 95%, sendo o menor índice já registrado, apurou reportagem exclusiva do H2FOZ.

Para ampliar o número de doses aplicadas, a campanha nacional de imunização foi prorrogada até 30 de setembro. Enquanto sobram vacinas nas unidades de saúde, aumenta a vulnerabilidade das crianças que não foram levadas por pais, mães ou responsáveis para receber as gotinhas ou a aplicação injetável.

Coordenadora do Programa Municipal de Vacinação, Adriana Izuka explica que as pessoas deixaram de se vacinar; problema agravado com a pandemia. “Se a cobertura vacinal continuar a diminuir, existe uma ameaça de ocorrência de casos no Brasil, como nos Estados Unidos e em alguns países da Europa e do Oriente”, alerta, via AMN.

A prefeitura afirma que está intensificando o trabalho de campo, por meio dos agentes comunitários de saúde, que realizam a busca ativa. Também reporta que está “ampliando as estratégias de vacinação”, o que inclui uma parceria com o Rotary Club de Foz do Iguaçu, entidade de voluntariado social.

Neste sábado, 17, acontecerá uma ação na Unidade Básica de Saúde Jardim São Paulo II, das 9h às 15h. “Além de atualizar a carteirinha vacinal, as crianças vão poder se divertir em brinquedos infláveis, cama elástica, com pipoca, algodão-doce e a presença da trupe Risoterapia”, informa a administração.

Alerta

A poliomielite foi identificada em 45 países que estão em situação de alerta, 33 deles em surto e dez com maior ou menor escala de alto risco de surto, reforça a agência pública de notícias em Foz do Iguaçu. “O Brasil está entre os cinco países da América do Sul (Argentina, Paraguai, Bolívia, Equador e Brasil) e o Panamá (América Central), com iminência de retorno da doença”, completa.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.