Após 88 dias, paciente internada com covid-19 ganha alta no Hospital Costa Cavalcanti

Internada no Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC) desde o dia 20 de dezembro de 2020, a Sra. Geni dos Santos, 70 anos, ganhou alta nesta quinta-feira, dia 18. Depois de um longo processo de tratamento da covid-19, assistida por uma equipe dedicada e trabalhando uma desospitalização segura, ela segue bem para casa. Na saída do hospital ela foi recebida com música, mensagens de vitória e muita emoção.

Geni foi internada com diagnóstico positivo para o novo coronavírus com comprometimento pulmonar de 75%. O caso era considerado gravíssimo, já que evoluiu com insuficiência respiratório e Síndrome da Angústia Respiratória Aguda (SARA). Ao longo do tempo que esteve internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid-19, a paciente passou por dois processos de intubação, além da necessidade de ventilação mecânica. Geni permaneceu na unidade covid até o dia 6 de fevereiro, depois, já com exame negativo para a doença, ela foi transferida para a UTI Geral, da mesma instituição.

 

“Na UTI Geral, a paciente seguiu com insuficiência renal aguda e necessidade de hemodiálise. Ali ela seguiu evoluindo positivamente e no dia 22 de fevereiro ganhou alta para o bloco”, conta o médico hospitalista do HMCC Dr. João Fernando Pereira. Dona Geni, como era chamada pela equipe, passou por um processo chamado de desospitalização segura, no qual a equipe prepara e treina os familiares para a continuidade do cuidado em seu domicílio. “Ela surpreendeu não somente pela gravidade e complexidade do seu quadro clínico, mas sobretudo por sua disposição a reabilitação e colaboração com a desospitalização. Dona Geni está indo para sua casa recuperada, aos cuidados de seus familiares, em seu lar, tudo isso de forma segura”, afirmou Dr. João.

Na alta, boa parte da família da Dona Geni esteve presente. Ela foi recebida com festa e uma carreata para celebrar a volta para casa. Agradecida, Dirlei da Rosa, filha de Geni, falou que a alta é um motivo de felicidade. “Ela foi muito bem cuidada, paparicada pelos profissionais e agora sai pela porta da frente”, disse a filha. “Nós sabemos como ela chegou no hospital, na UTI, e acompanhamos toda a evolução, foi um milagre diário. Ver ela sair hoje bem, recuperada, é motivo de festa”, finalizou Dirlei.

MIL INTERNAÇÕES

Exatamente um ano depois do primeiro caso positivo para covid-19 em Foz do Iguaçu, confirmado em 18 de março de 2020, o Hospital Ministro Costa Cavalcanti atinge a marca de mil internações de pacientes diagnosticados com a doença. São homens e mulheres, das mais variadas idades, que necessitaram de atendimento médico na UTI ou enfermaria.

Neste mesmo período, 732 pacientes ganharam alta no HMCC. Na quinta-feira, dia 18, o centro hospitalar registrou uma ocupação de 92% de seus leitos dedicados ao tratamento de pacientes com covid-19.

Assessoria

Este texto é de responsabilidade de assessoria da imprensa institucional e/ou empresarial. Veja mais conteúdo do autor.

Assessoria tem 468 posts e contando. Ver todos os posts de Assessoria