Covid na fronteira: em Alto Paraná, aumentam os casos e a preocupação

Observe os dados do quadro abaixo. Embora haja preocupação com o aumento significativo de casos no departamento de Alto Paraná, cuja capital é Ciudad del Este, os números mostram que, em relação a Foz do Iguaçu, a situação é bem mais tranquila.

Pelo menos proporcionalmente, isto é, o total de casos e de mortes na comparação com a população do departamento e de Foz.

Foz do Iguaçu registra, desde o início da pandemia até segunda-feira, dia 15, 24.018 casos de covid-19, o que representa, proporcionalmente, 9.300 casos a cada grupo de 100 mil habitantes do município.

No departamento de Alto Paraná, até segunda-feira, havia 10.784 casos confirmados, o que corresponde a 1.977,7 casos a cada 100 mil moradores.

Em relação a mortes, as 371 registradas em Foz, desde o início da pandemia, significam 143,6 óbitos a cada 100 mil habitantes; em Alto Paraná, foram 385 mortes, que correspondem a 46,3 óbitos a cada 100 mil moradores do departamento.

ALTO PARANÁ

Dados apurados pelo jornal La Nación mostram que há um crescimento sustentável de casos de covid-19 no departamento de Alto Paraná, com um surto no município de Santa Rosa del Monday, onde há uma grande presença de brasileiros e descendentes.

Os 15 casos registrados no município, segundo a chefe de Epidemiologia da Décima Região Sanitária do Paraguai, Blanca Villalba, são resultado principalmente de viagens ao Brasil ou têm como origem o vai e vem de pessoas a cidades-espelho da fronteira, como Foz do Iguaçu.

A especialista considera que há de fato um surto em Santa Rosa, mas considerado normal “quando entra uma técnica de diagnóstico”. Ele se refere aos exames de covid feitos duas vezes por semana, naquele município e em outros da região.

O informe da Décima Região Sanitária mostra que a covid-19 está ativa em 1.344 pessoas em Alto Paraná. No Hospital Integrado Respiratório, em Ciudad del Este, há 25 pessoas internadas na UTI, 34 em enfermaria e 5 em sala de reanimação, além de 4 pacientes na UTI Pediátrica.

Em Alto Paraná, morreram 385 pessoas desde o início da pandemia. Em 2021, os óbitos já somam 75.

FOZ DO IGUAÇU

Até segunda-feira, 15, Foz totalizava 24.018 casos de covid-19. Deste total, 23.184 pessoas já estão recuperadas.

O dado positivo do último informe da Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu é que a média móvel de casos está em queda. Na semana até segunda-feira, a média diária ficou em 92,43, inferior à média de duas semanas atrás e abaixo da média registrada na semana até domingo, 14 – 101 casos diários.

O ponto negativo é que a mortalidade (óbitos em relação ao total de casos) aumentou para 1,54%, mais próxima da média paranaense (1,83%).

O informe da Secretaria de Estado da Saúde mantém a regional de Saúde de Foz do Iguaçu no topo do ranking de casos e de mortes, proporcionalmente ao número de habitantes.

 

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.