Decreto permite retorno de música ao vivo em bares e restaurantes de Foz do Iguaçu

H2FOZ – Paulo Bogler 

A prefeitura publicou normativa nessa terça-feira, 1º, autorizando a realização de apresentações musicais ao vivo em bares, restaurantes e ao vivo em Foz do Iguaçu, atividade que estava proibida devido à pandemia de covid-19. As regras estão no Decreto nº 28.488, no Diário Oficial. 

Leia também: Músicos de Foz fazem manifestação na Praça da Paz neste domingo, durante a Feirinha da JK

No último domingo, 30, músicos iguaçuenses realizaram manifestação na Praça da Paz, reivindicando o retorno das atividades nos espaços de gastronomia. No dia seguinte, foram recebidos por gestores municipais. 

Na manifestação e junto aos agentes que representam a prefeitura, os músicos questionaram o porquê de bares e restaurantes terem autorização para funcionar, seguindo regras sanitárias, mas com impedimento da música ao vivo. 

Organizadores da mobilização pela volta da atividade musical ao vivo, Magnun Fernando e Spartaco Avelar comemoram a medida. “Com certeza, é uma vitória dos músicos da cidade, que se uniram”, destacou Magnun.

Os artistas tinham entregue à prefeitura documento do Conselho Federal da Ordem dos Músicos do Brasil (CF-OMB) “com normas legais e técnicas relacionadas ao retorno da música em ambiente ao vivo”, informou Spartaco. 

Sem trabalhar desde março, músicos fizeram manifestação na Praça da Paz, domingo, 30 – foto Divulgação

Pelo decreto, atividades musicais ao vivo deverão adotar os seguintes procedimentos:

– apresentações deverão ser no horário de funcionamento dos estabelecimentos;

– não é permitida a abertura de pista de dança e bailes;

– bares e restaurantes deverão seguir o distanciamento e a disposição de mesas (obedecendo às regras do decreto que permite o funcionamento da atividade);

– músico não poderá ter aproximação com o público;

– está proibida a distribuição de suvenires;

– barreiras de até dois metros de distanciamento entre os profissionais e a plateia deverão ser instaladas;

– músicos deverão apresentar-se com máscara, à exceção do vocalista; 

– não poderão ser compartilhados microfones, instrumentos e equipamentos entre os músicos;

– exibições ao ar livre deverão ter assentos demarcados para o público e espaço entre eles, sendo permitidas no horário das 10h às 22h.

Clique aqui para acessar a íntegra do decreto.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.