Gestores debatem desafios e exemplos para elevar a conectividade no ensino

Encontro em Foz do Iguaçu reúne secretários de Educação de todo o país e aborda tecnologia e inovação no ensino e aprendizagem.

Apoie! Siga-nos no Google News


Desafios e bons exemplos que podem ser replicados em busca de uma educação mais conectada norteiam o 1.º Encontro Presencial do GT de Tecnologia e Inovação do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed). O evento acontece em Foz do Iguaçu até sexta-feira, 17.

LEIA TAMBÉM: Foz do Iguaçu receberá secretários nacionais de Educação para debater tecnologia

Na abertura, o governador em exercício, Darci Piana, defendeu o impacto positivo da tecnologia no aprendizado dos estudantes e fez um balanço das ações do Paraná. Ele destacou a liderança no ranking do IDEB no ensino médio.

“A troca de experiências é fundamental para a evolução dos processos, tanto ouvir o que os outros têm para dizer como mostrar o que nós fizemos de bom”, disse. “A inclusão das disciplinas de Robótica e Programação, por exemplo, é uma experiência inovadora do Paraná, que tem colaborado para a evolução do ensino no estado”, avaliou.

O Paraná tem cerca de 530 mil alunos matriculados em 20 mil turmas de Programação, enumerou. E a rede estadual utiliza plataformas digitais com recursos interativos na prática pedagógica das demais disciplinas.

“As plataformas educacionais e a conectividade são grandes ferramentas no auxílio do trabalho do professor”, disse o secretário estadual da Educação do Paraná, Roni Miranda. “Estamos aqui para discutir propostas que possam facilitar a atividade do professor e engajar os alunos”, realçou.

Boas práticas

O encontro de secretários de Educação e gestores públicos de todo o país conta com painéis em que são abordados temas como infraestrutura tecnológica e gestão de tecnologias educacionais. Especialistas e secretários compartilham experiências e ideias sobre o uso de softwares e dados na educação.

Aos gestores educacionais brasileiros, a Seed também apresenta a experiência de uso dos Educatrons, kits compostos de smart TV 43”, computador, webcam, microfones, teclado com mouse pad e pedestal regulável. Essa tecnologia é usada para as atividades didáticas.

Os equipamentos fazem parte dos investimentos na educação pública do Paraná voltados para o ensino de maior conectividade e tecnologia. Em 2023, a gestão estadual comprou mais de 120 mil equipamentos de informática, investindo em computadores, tablets e chromebooks, distribuídos para todas as escolas estaduais.

(Com informações da Secretaria de Estado da Educação)

LEIA TAMBÉM
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.