Horário de verão começa neste fim de semana no Paraguai

De 1.° de outubro até março de 2024, Ciudad del Este estará com a mesma hora de Foz do Iguaçu (Brasil) e Puerto Iguazú (Argentina).

Apoie! Siga-nos no Google News

Neste fim de semana, na virada de sábado (30) para domingo (1.º), o Paraguai entrará no horário de verão, com os relógios do país sendo adiantados em uma hora. A mudança é regulamentada pelo Decreto n.º 1.264, publicado no ano de 2014.

Leia também:
Sexta-feira (29) de feriado no Paraguai, dia da Batalha de Boquerón

De 1.º de outubro de 2023 até o último domingo de março de 2024, a diferença de uma hora entre as cidades da fronteira deixará de existir, uma vez que o único país da região que ainda aplica o horário de verão é o Paraguai.

No período em questão, Ciudad del Este estará no fuso -3 GMT, o mesmo de Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú.

Até lá, quando for meio-dia no Brasil e na Argentina, também será meio-dia no lado paraguaio. Já quando o horário de verão acabar, a cidade paraguaia retornará ao fuso -4 GMT, uma hora atrás das vizinhas.

Utilidade

Conforme os especialistas, o objetivo principal do adiantamento da hora é diluir os picos de uso de energia no final da tarde e início da noite, momento em que os sistemas de iluminação pública acendem e as pessoas retornam do trabalho, aumentando o consumo nas áreas residenciais.

A Argentina foi a primeira a aposentar a medida, ao constatar que os picos de demanda no período mais quente do ano tinham mudado, com cada vez mais aparelhos de ar condicionado ligados ao mesmo tempo no meio da tarde.

No Brasil, a última edição foi no verão 2018–2019, embora discussões sobre voltar com a troca de horário sejam periodicamente retomadas na internet e nos círculos políticos em Brasília.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.