Desaparecimento de mãe e filho é investigado pela Polícia Civil

A Polícia Civil em Foz do Iguaçu investiga o desparecimento de uma mãe e do seu filho de 1 ano e meio. Patricia Garcia Adorno e Sama Ñamandu Moreira Garcia estão desparecidos desde o último dia 23, quando foram vistos pela última vez na Vila C.

A principal linha de investigação leva em conta a disputa judicial pela custódia da criança. Atualmente o pai, professor universitário Julio da Silveira Moreira, 37 anos, e a mãe, comerciante e mestranda em educação, 33 anos, possuem a guarda compartilhada do bebê.

Conforme decisão da 1ª Vara de Família e Sucessões de Foz do Iguaçu, do dia 18 de dezembro, o pai tem a tutela na maior parte do dia, ficando a mãe com a custódia diariamente por sete horas e meia para convívio e amamentação (das 12h30 às 20h).

Essa medida ampliou a permanência de Patricia com o filho, antes estipulada em três horas por dia (das 15h30 às 18h30). A ampliação do período de convívio visa a permitir a farta disponibilização de aleitamento materno de forma direta ao menor.

As buscas
Ainda em 23 de dezembro, o pai registrou boletim de ocorrência sobre o desaparecimento dos dois, levando o fato ao conhecimento do Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas (Sicride). Contudo o caso ganhou outra dimensão nos dias seguintes.

Após tentativas de contato pelos órgãos de segurança, o Tribunal de Justiça do Paraná deferiu, no dia 25, tutela recursal para que seja expedido mandado de busca e apreensão do menor, com sua imediata entrega ao pai.

Desde então, oficiais de justiça e agentes de segurança têm buscado o paradeiro de mãe e filho. O desparecimento também foi notificado ao Ministério Público Federal. O telefone 181 recebe informações acerca do caso.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.