H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Por: Assessoria

Confeitaria Marias e Maria comemora 30 anos com bolo gigante

Confeitaria Marias e Maria comemora 30 anos com bolo gigante
(Foto: Divulgação )

Foi a pergunta ingênua, de uma criança que estava para completar 5 anos, que despertou as habilidades de Maria Úrsula Christófolli de Oliveira para produzir salgados, bolos e doces. “Mamãe, a gente não faz aniversário?”. A filha, Maria Cristina, tinha vindo da festa de um amigo e trouxe à tona a dificuldade financeira da família. Era 1959. “Sim, filha, vocês fazem aniversário,” dona Maria respondeu. Colheu goiabas e limões no quintal. Preparou uma limonada e, com a goiabada, recheou o bolo. As mães das crianças que estavam na “festinha” começaram a fazer pedidos, dando início ao negócio.

A produção cresceu tanto que, em setembro de 1989, dona Maria e três filhas (são sete filhos no total) abriram a Confeitaria Marias e Maria, na esquina da Av. Brasil com a R. Rui Barbosa, no centro de Foz do Iguaçu. “Há 30 anos trabalhamos no mesmo local,” relembra a filha, Tânia Oliveira Nardi, que está à frente dos negócios agora. A neta, Maria Victoria Nardi, que também participa da administração da empresa atualmente, completa: “Por isso escolhemos o slogan ‘Há trinta anos no coração de Foz do Iguaçu’”.

Em comemoração ao aniversário, amanhã (12), a partir das 10h, um bolo de 30 metros será servido a clientes, amigos, funcionários, vizinhos de comércio e às pessoas da comunidade que estiverem passando pela confeitaria, em agradecimento a todos que fazem parte dessa história. Dia 12 é “um dos aniversários” de dona Maria. “Eu nasci no Rio Grande do Sul, no dia 2 de fevereiro de 1930, mas fui registrada no dia 12 de setembro, por isso comemoro as duas datas,” brinca dona Maria. “O bolo vai ocupar a esquina toda,” explica Tânia Nardi, “e o primeiro pedaço será servido pela minha mãe ao nosso primeiro cliente que, no dia da abertura, nos presenteou com uma nota rara de dois dólares: Kamal Osman, nosso vizinho de frente”.

Dona Maria com o bolo que produziu para o aniversário de 60 anos de Foz - foto Arquivo Pessoal

O bolo gigante será decorado com fotos antigas que contam um pouco da trajetória da Marias e Maria e também parte da história de Foz do Iguaçu, afinal, dona Maria veio para a cidade em 1948. Ela escreveu o livro “Dona Maria, por Maria – uma vida de esperança”, em que narra a trajetória marcada por empreendedorismo e inclui muito do que sabe sobre história de Foz do Iguaçu. Em 2014, dona Maria recebeu o título de cidadã honorária, a primeira homenageada no ano do centenário do município.

Histórias se fundem

Reconhecida pela produção de bolos, dona Maria participou de momentos históricos: fez o bolo do aniversário de 60 anos de Foz. Os pastéis e o empadão que fazia também ficaram bastante conhecidos. Na cozinha, testando com os ingredientes, ela inventou um docinho: a geminha. Com a instalação da hidrelétrica de Itaipu, nas décadas de 1970 e 1980, dona Maria servia coquetéis na usina e até emprestou jogos de chá de prata para a visita do ex-presidente João Batista Figueiredo a Foz.

A Hidrelétrica de Itaipu ainda está na lista de clientes da confeitaria que inclui interessados em encomendas de diversos formatos: eventos corporativos, festas infantis, de aniversário, casamentos, chás de bebê, batizados... Para atender a demanda, foi preciso criar um setor próprio de eventos. “Tem cliente que nos procura dizendo que fizemos a festinha de aniversário de um ano dele, depois o casamento, a festinha do filho... Fazemos parte da vida dessas pessoas!,” se emociona Tânia Nardi.

Recentemente, a confeitaria se transformou em Grupo Marias, contando com três salões de eventos localizados na Quinta das Marias e no Espaço Marias. É a neta de dona Maria que administra os salões: “A responsabilidade é grande,” reconhece Maria Victoria Nardi, “mas cresci dentro da confeitaria e herdei da minha avó e dos meus pais o amor por essa empresa”.

Aliado aos salões, surgiu o serviço de buffet para atender eventos como coquetéis, casamentos, formaturas, jantares, até a constituição do Buffet Versailles - que é um buffet de luxo, com enxoval de prataria, cristais e porcelana, servindo o mais alto nível de gastronomia. Na sede, a Marias e Maria também passou a oferecer café colonial, almoço e pratos quentes. A linha de produção tem mais de mil itens e já passa de 100 o número de funcionários, alguns contratados há mais de 20 anos. O genro de dona Maria, Cleufas Nardi atua ativamente na empresa e contribui com estratégias de expansão: “Me sinto parte dessa ‘engrenagem’ e com a responsabilidade de pensar em novas possibilidades dentro do nosso ramo,” afirma.

Um novo bolo Maria

Alguns bolos da confeitaria levam os nomes das filhas, netas e bisnetas de dona Maria. O mais tradicional é o bolo Maria, criado por dona Maria. O recheio é de coco com leite condensado cozido e a decoração é feita com uma estrela de cinco pontas. Essa foi a receita escolhida para o bolo de 30 metros do aniversário da confeitaria. “O segredo não são os ingredientes,” revela Tânia, “e, sim, a maneira como minha mãe lidava com esses ingredientes.”

A partir do dia 12 de setembro, estará disponível nos balcões da confeitaria uma nova opção, considerada “releitura” dessa receita tradicional. Novos ingredientes foram acrescentados por dona Maria, Tânia, Maria Victoria e pela equipe de confeiteiros da Marias e Maria. “Morango é uma das frutas com melhor aceitação nas nossas receitas. Temos certeza que os clientes vão gostar da nova receita que também ganhou um toque de coco queimado,” revela Tânia. Essa busca persistente por sabores surpreendentes e a troca constante de experiência com os clientes são a marca da confeitaria que há 30 anos surgiu no coração da nossa cidade.

Aniversário de 30 anos da Confeitaria Marias e Maria
Corte de bolo de 30 metros
Data: 12.09.2019 (quinta-feira)
Hora: 10h
Local: Confeitaria Marias e Maria (esq. Av. Brasil c/ R. Rui Barbosa - Centro - Foz do Iguaçu)