João Morales é eleito presidente da Câmara de Foz do Iguaçu por 8 votos a 7

Vereador derrotou Ney Patrício, aliado do prefeito Chico Brasileiro, que buscava a reeleição.

Apoie! Siga-nos no Google News

A chapa União por Foz, encabeçada pelo vereador João Morales (União Brasil), venceu a eleição da mesa diretora da Câmara de Vereadores, por 8 votos a 7, em sessão extraordinária nesta quinta-feira, 15. A gestão terá o comando do Legislativo no biênio 2023–2024.

João Morales superou o vereador Ney Patrício, aliado e partidário do prefeito Chico Brasileiro – ambos são do PSD –, que buscava a reeleição. A base de sustentação da prefeitura foi dividida para a disputa, resultando em uma derrota política que alcança o atual gestor municipal.

A partir de 1.º de janeiro, a mesa diretora da Câmara será composta por João Morales, presidente; Rogério Quadros, primeiro-vice-presidente; Marcio Rosa, segundo-vice-presidente; Jairo Cardoso, primeiro-secretário; e Protetoral Carol, segunda-secretária. Além deles, votaram na chapa vencedora Admilson Galhardo, Adnan El Sayed e Cabo Cassol.

Integrante da mesa diretora eleita para a gestão 2023-2024 – Foto: Christian Rizzi/Câmara de Foz

Denominada Trabalho e Transparência, a chapa derrota foi formada por Ney Patrício, Anice Gazzaoui, Alex Meyer, Edivaldo Alcântara e Yasmin Hachem. Aos votos dos vereadores que estavam na disputa, somaram-se os de Dr. Freitas e Kalito Stoeckl.

A mesa diretora, além da representação política, tem a função diretiva e executiva, que contempla o papel estratégico de pautar as matérias que vão para votação. A título de exemplo, recentemente, a mesa diretora decidiu, sem levar ao plenário, pelo arquivamento de pedido de afastamento do prefeito Chico Brasileiro.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.