Lula e Marito prestigiam posse de Enio Verri como diretor de Itaipu

Em seu discurso, Verri falou sobre ampliar a atuação da usina na região, com foco no desenvolvimento e inclusão.

Apoie! Siga-nos no Google News

Com a presença dos presidentes do Brasil e do Paraguai, Luiz Inácio Lula da Silva e Mario Abdo Benítez, o economista Enio Verri assumiu, na manhã desta quinta-feira (16), o cargo de diretor-geral brasileiro de Itaipu. A cerimônia ocorreu no Cineteatro dos Barrageiros, localizado no antigo canteiro de obras da binacional.

Leia também:
Lula sinaliza retomada das obras do campus da Unila em Foz do Iguaçu

Para o evento, Lula veio à fronteira acompanhado por ministros como Rui Costa (Casa Civil), Alexandre Silveira (Minas e Energia) e Mauro Vieira (Relações Exteriores). O Paraná foi representado pelo vice-governador Darci Piana e pelo presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano.

Chico Brasileiro, prefeito de Foz do Iguaçu, foi uma das autoridades na tribuna, ao lado de parlamentares e convidados da comunidade local, como integrantes de comunidades indígenas, de pescadores, de trabalhadores e de projetos sociais, que entregaram a Lula um quadro da artista Dirceia Braga retratando a “Árvore da Vida”, da simbologia guarani.

Lula recebe presente de representantes de projetos atendidos por Itaipu na região. Imagem: Reprodução/Itaipu Binacional
Lula recebe presente de representantes de projetos atendidos por Itaipu na região. Imagem: Reprodução/Itaipu Binacional

Verri começou o discurso com um elogio ao antecessor no cargo, o almirante da Marinha Anatalicio Risden, nomeado em 2022 pelo então presidente Jair Bolsonaro. “Quero fazer um elogio público à maneira elegante como ele trabalhou comigo na transição. Muito obrigado”, agradeceu o novo diretor.

“Quero expressar o quanto me sinto honrado pelo convite feito pelo presidente Lula para assumir o cargo”, frisou Verri. “A melhor forma de demonstrar minha gratidão pela confiança é assumir compromisso solene de dar o meu melhor, primando pelos interesses da população e pelos compromissos do governo.”

O novo diretor recordou que o irmão, Fernando, trabalhou como operário na construção da usina, na década de 1970. Dirigindo-se à primeira-dama Janja da Silva, que também atuou na hidrelétrica, disse que “Itaipu voltará a colaborar com o governo federal para fortalecer as políticas sociais de inclusão e combate a toda forma de desigualdade”.

Enio Verri em seu primeiro discurso como diretor-geral brasileiro de Itaipu. Imagem: Reprodução/Itaipu Binacional
Enio Verri em seu primeiro discurso como diretor-geral brasileiro de Itaipu. Imagem: Reprodução/Itaipu Binacional

Verri também citou os investimentos feitos em educação na região de fronteira durante os dois primeiros mandatos de Lula, com a criação do Parque Tecnológico Itaipu (PTI), da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila) e do campus de Foz do Iguaçu do Instituto Federal do Paraná (IFPR).

Segundo Verri, uma das prioridades do início de gestão é analisar a viabilidade de ampliar a atuação de Itaipu, reconstruindo redes de parceria e criando novas conexões. “O esforço para construir essa obra foi assumido por todos os consumidores, portanto acho justo que seja possível ampliar essa atuação”, afirmou.

Íntegra da transmissão da cerimônia

Lula

Em seu discurso durante a cerimônia, o presidente Lula falou sobre os critérios para a escolha do novo diretor-geral brasileiro e brincou com a estatura de Enio Verri.

“Primeiro eu pensei em um grande homem, e não tinha ninguém maior que ele no PT. Aí pensei em alguém que conhecesse um pouco de administração pública e tivesse noção de economia, e o Enio é doutor em economia. Procurei também um companheiro doutor na compreensão dos problemas sociais que Itaipu precisa ajudar a resolver, e esse homem é o Enio”, declarou Lula.

“Nós não podemos colher os resultados só para Itaipu, quem está aqui tem responsabilidade como representante do Brasil e precisa ajudar a resolver os problemas. Itaipu pode contribuir com um grão dessa areia que está no fundo dessa represa para que a gente possa colher aquilo que foi um sonho quando foi assinado o tratado”, ponderou.

Lula defendeu a contribuição de Itaipu para as ações sociais do governo. Imagem: Reprodução/Itaipu Binacional
Lula defendeu a contribuição de Itaipu para as ações sociais do governo. Imagem: Reprodução/Itaipu Binacional

Ao considerar o Tratado de Itaipu como um exemplo de boas relações entre países vizinhos, Lula disse ao presidente Mario Abdo Benítez que a renegociação do Anexo C, que define as bases financeiras para o funcionamento da hidrelétrica e completa 50 anos em 2023, levará “muito em conta a realidade dos dois países e o respeito que o Brasil tem que ter pelo seu aliado, o nosso querido Paraguai”.

“Tenho recebido críticas de empresários de que o linhão de energia que a gente fez no Paraguai está levando empresas brasileiras para lá. Mas o Brasil, como irmão maior, tem responsabilidade de fazer com que os outros países cresçam, para que a gente nunca mais tenha uma guerra entre irmãos, como já ocorreu entre Brasil e Paraguai”, mencionou o presidente, aplaudido pelos presentes.

Lula e Mario Abdo Benítez durante o evento em Itaipu. Imagem: Reprodução/Itaipu Binacional
Lula e Mario Abdo Benítez durante o evento em Itaipu. Imagem: Reprodução/Itaipu Binacional

Outro momento que arrancou aplausos foi a citação às obras inacabadas da Unila. “Eu fico com muita tristeza quando vejo, e eu passei de helicóptero na ida e vou passar ali de novo na volta, o prédio abandonado da Unila”, revelou. “Nosso compromisso com o povo brasileiro, primeiro, é que nós vamos reconstruir a Unila.”

No trecho final do discurso, Lula desejou sorte a Enio Verri e ressaltou que a atuação da empresa e do governo será sem levar em conta critérios como partidos políticos. “Não quero saber de que partido é o governador, o prefeito ou o vereador. […] Se o povo tiver necessidade, nós vamos fazer, independentemente de quem seja”, realçou.

LEIA TAMBÉM
4 Comentários
  1. […] Leia também:Lula e Marito prestigiam posse de Enio Verri como diretor de Itaipu […]

  2. […] Leia também:Lula e Marito prestigiam posse de Enio Verri como diretor de Itaipu […]

  3. […] Leia também:Lula e Marito prestigiam posse de Enio Verri como diretor brasileiro de Itaipu […]

Comentários estão fechados.