Turismo da Itaipu recebe mais de 230 mil visitantes em 2020

No momento, estão em funcionamento três passeios no Complexo Turístico Itaipu (CTI) - Foto: Kiko Sierich/ PTI

Mesmo em um ano de pandemia e com alguns de seus atrativos ainda fechados, o turismo da margem brasileira da Itaipu Binacional recebeu 233.408 visitantes em 2020. O número é 64% inferior ao de 2019, mas demonstra otimismo e segurança especialmente para os profissionais do setor. 2020 foi um ano cheio de desafios e de superação.

O turismo é a principal atividade econômica de Foz do Iguaçu, responde por mais de 50% do PIB do município, e sofreu forte impacto com as medidas restritivas para o enfrentamento do novo coronavírus. A principal estratégia da retomada do segmento foi a campanha Vem Pra Foz, lançada em junho pela Itaipu e parceiros do trade turístico, uma iniciativa para salvar o setor da estagnação.

O foco foi a manutenção de empregos do setor, que direta e indiretamente emprega profissionais das mais variadas áreas, entre camareiras, taxistas, empresários, guias de turismo, garçons e outros. A estagnação do turismo, a partir de março, com o avanço da pandemia do covid-19, resultou em milhares de perdas de frentes de trabalho, mas a estratégia possibilitou o retorno de boa parte desses trabalhadores à atividade. Para isso, o destino adotou uma série de medidas sanitárias, como treinamento e capacitação de pessoal, ocupação restrita, uso obrigatório de máscaras, distanciamento social e distribuição de álcool e gel.

“Mais uma vez Foz do Iguaçu saiu na frente e provou que o turismo seguro é a tendência para atrair visitantes do mundo inteiro, e turismo seguro é o que Foz do Iguaçu oferece”, destacou o diretor-geral brasileiro da Itaipu, general Joaquim Silva e Luna. E acrescenta: “foi um ano de superações e 2021 será ainda melhor”.

Passeios oferecidos

No momento, estão em funcionamento três passeios no Complexo Turístico Itaipu (CTI): a Itaipu Panorâmica, que recebeu o maior número de turistas em 2020, o Ecomuseu e o Refúgio Biológico Bela Vista. Em período normal, há também a Itaipu Especial, que permite que o visitante vá até o coração da usina. De acordo com o gerente do CTI, Yuri Benites, para 2021 os visitantes podem esperar muitas novidades.

Um novo CTI
“Aproveitamos o período de menor movimentação para promover reformas e melhorias que vão proporcionar uma experiência ainda mais inesquecível aos turistas e visitantes que moram em Foz do Iguaçu e região”, disse Benites. Entre as adequações, estão a reforma do Mirante do Vertedouro, um dos principais pontos no circuito turístico da usina, e do Centro de Recepção de Visitantes.

A revitalização atende a uma demanda da Assessoria de Turismo da Itaipu, que também está trabalhando em outras opções de passeio que complementarão o circuito turístico Itaipu. Um deles é o Itaipu Memória, que vai percorrer um trecho entre o novo Mercado Municipal em construção e passar pelas vias A, B e C para contar como foi o período da construção, contextualizando com a história de Foz do Iguaçu.

“É uma forma de homenagear os milhares de barrageiros que ergueram a usina e deixaram como legado para o Brasil e o Paraguai a maior hidrelétrica em produção de energia limpa e renovável do planeta”, ressaltou Silva e Luna. E finaliza: “e também de preservar a história da fronteira, para quem aqui vive e os nossos visitantes”.

(Itaipu Binacional)

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Assessoria

Este texto é de responsabilidade de assessoria da imprensa institucional e/ou empresarial. Veja mais conteúdo do autor.

Assessoria tem 584 posts e contando. Ver todos os posts de Assessoria