Vídeo compila imagens da cheia histórica nas Cataratas do Iguaçu

Vazão alcançada em 30 de outubro de 2023 foi a segunda maior do século 21; veja a íntegra das imagens.

Apoie! Siga-nos no Google News

Na manhã do dia 30 de outubro de 2023, a vazão de água nas Cataratas do Iguaçu, medida pela Companhia Paranaense de Energia (Copel), chegou a 24,2 mil metros cúbicos por segundo (m³/s), ou 24 milhões e 200 mil litros.

Leia também:
Argentina conclui verificação dos estragos na passarela da Garganta do Diabo

Tal fluxo, provocado pelo acumulado de chuvas na bacia do Rio Iguaçu, superou em 16 vezes a vazão média na paisagem fronteiriça, que é de 1,5 mil m³/s.

Ao longo de grande parte dos meses de outubro e novembro, a vazão nas Cataratas seguiu acima do normal, permanecendo assim na primeira semana de dezembro, que vem registrando valores na faixa dos 3 mil m³/s.



Nessa quinta-feira (7), a concessionária Urbia Cataratas, que faz a gestão dos serviços turísticos no Parque Nacional do Iguaçu, divulgou um vídeo com imagens exclusivas feitas por sua equipe de profissionais, mostrando a paisagem em suas diferentes vazões.


A vazão do dia 30 de outubro em Foz do Iguaçu foi a segunda maior do século 21, atrás apenas da registrada em junho de 2014, que chegou a 46,3 mil m³/s.

No lado brasileiro, a cheia não provocou danos à estrutura de visitação turística. No lado argentino, a passarela de acesso ao mirante da Garganta do Diabo teve pelo menos 76 trechos de grades arrastados pelas águas, permanecendo sem previsão de data para reabertura (clique aqui para saber mais).

LEIA TAMBÉM