Família que viajou durante 22 anos num carro de 1928 volta à Argentina

O casal e os quatro filhos na viagem pelo Brasil. Na foto, estão na Chapada Diamantina. Foto: Álbum de Família

Na manhã deste domingo, 13, a família foi recebida com festa em Buenos Aires.

Depois de visitar mais de 100 países em cinco continentes, a bordo de um carro fabricado em 1928, a família argentina Zapp regressou na manhã deste domingo, 13, ao Obelisco de Buenos Aires, de onde havia partido 22 anos atrás com o sonho de percorrer o mundo.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

Os Zapp foram recebidos por centenas de pessoas, segundo a agência de notícias argentina Télam. O pai, Hernán Zapp, disse ao chegar: “Sentimos o coração cheio. Temos um sonho realizado e a fortuna de compartilhá-lo”.

O casal voltou à Argentina com quatro filhos adolescentes, nascidos em diferentes países.

O casal e os quatro filhos, cada um deles nascido em um país diferente. Foto: Álbum de Família

A viagem, que se estendeu por mais de 300 mil quilômetros, foi a bordo de um Graham-Paige 1928.

A mãe, Candelaria, disse à imprensa: “Nunca havíamos imaginado, quando saímos daqui, voltar 22 anos depois com filhos e com toda a experiência vivida”.

O marido acrescentou: “Quando saímos, éramos dois, porque ninguém acreditava no nosso sonho, mas que lindo é poder compartilhar tudo isto”.

“Temos um mundo maravilhoso, é preciso conhecê-lo”, disse ainda Hernán.

PELO BRASIL

No Rio de Janeiro, em 2019. No ano seguinte, ficaram retidos em São Paulo, devido à pandemia. Foto: Álbum de Família

Segundo o Facebook da família, entre março de 2019 e dezembro de 2021 os Zapp estavam no Brasil, onde chegaram da fronteira com o Suriname.

Em 2020, em plena pandemia de covid-19, os Zapp foram forçados a fazer uma pausa em São Paulo. Eles pretendiam permanecer na cidade por uma semana, antes de seguir para a Argentina, mas tiveram que ficar bem mais tempo.

Quando puderam partir, decidiram ficar por mais tempo no Brasil, mesmo porque as fronteiras da Argentina continuaram fechadas até outubro do ano passado. Foi quando conheceram as praias catarinenses.

Em praias catarinenses, o casal decidiu ficar até o retorno à Argentina. Foto: Álbum de Família

Em maio de 2021, o portal brasileiro Gasolina na Veia, noticiou, quando falava sobre os veículos fabricados pela Graham:

“Os automóveis Graham foram produzidos nos Estados Unidos ente 1927 e 1940, símbolo de qualidade e inovação tanto no design quanto na mecânica. Após o encerramento da produção eles foram aos poucos sendo esquecidos e atualmente desconhecidos por muitos, inclusive pelos aficionados por modelos antigos, restando exemplares apenas nas mãos de colecionadores”.

Segue o texto: “Algum tempo atrás a marca voltou às manchetes, nas mãos de um casal de argentinos que estão viajando o mundo a bordo de um Graham 1928 desde 25 de janeiro de 2000 até os dias de hoje”.

A VIAGEM

A intenção inicial do casal era chegar ao Alasca. Ali, já com o primeiro filho, decidiram seguir mundo afora. Na outra foto, já com três filhos, a família no Egito. Foto: Álbum de Família

Hernán e Candelaria, historia a agência Télam, iniciaram a viagem quando completavam seis anos de casados. A intenção inicial era chegar até o Alasca, mas logo continuaram pelo resto do mundo e foram conseguindo, durante o trajeto, realizar também o desejo de ter filhos.

Os Zapp se hospedaram em mais de 2 mil lugares, onde foram recebidos e acolhidos por gente comum e também por personalidades, como as mais recentes da Argentina, Lionel Messi e o papa Francisco.

Segundo Candelaria, “o ser humano é incrível”. Ela disse, ainda, que “muitos nos ajudaram só por ser parte de um sonho”.

O Graham-Paige 1928 aguentou mais de 300 mil quilômetros de estradas mundo afora. Foto: Álbum de família

Nem tudo foi alegria. Durante a longa viagem, Hernán contraiu malária. Fora os riscos: qando atravessaram a Ásia, havia um surto de gripe aviária; na África, havia o ébola; e na América Central, a dengue. Anos depois, a covid-19, quando já estavam no Brasil.

“A ideia era visitar 20 países, mas terminamos percorrendo mais de 100. Realizamos dois sonhos: o de conhecer o mundo que Deus nos deu e o de poder formar uma família”, disse Hernán, emocionado.

Candelaria contou que, durante todo esse tempo, foi professora de seus filhos. Mas, agora que a viagem terminou, eles entrarão numa escola para continuar sua formação.

“No Obelisco termina uma etapa e começa outra. Continua a aventura de viver na Argentina, uma linda aventura”, concluiu Candelaria.

Fim de viagem. Agora, família fica na Argentina, numa nova etapa da vida. Foto: Álbum de Família

FONTES: Agência Télam, UOL Carros, site Gasolina na Veia e página da Família Zapp no Facebook.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.