Boa notícia: ocupação hospitalar começa a diminuir no Paraguai

Leitos inaugurados em junho no Hospital Integrado Respiratório, em Ciudad del Este. (Imagem: Ministério da Saúde / Paraguai)

A vacinação ainda é lenta, mas dados divulgados nessa quarta-feira (7) pela 10ª Região Sanitária, do Paraguai, sinalizam melhora no panorama do enfrentamento à pandemia do novo coronavírus em Ciudad del Este e municípios do Alto Paraná.

De acordo com informações repercutidas pelos principais veículos de comunicação do país, após meses com 100% dos leitos ocupados, centros médicos como o Hospital Regional de Ciudad del Este vêm reportando queda na utilização.

Das 47 vagas disponíveis na ala de pacientes graves do Hospital Regional, por exemplo, 12 estavam livres na tarde de quarta.

No Hospital Integrado Respiratório, montado em um espaço vizinho, a ocupação dos leitos de enfermaria baixou de 80 para 68. As 56 vagas de UTI, no entanto, continuam ocupadas.

Segundo o jornal ABC Color, a queda no número de casos e de pacientes com sintomas graves vem sendo percebida nas últimas três semanas no Alto Paraná, embora o quadro geral do país, com altas taxas de mortalidade, ainda inspire cautela.

O recuo regional é atribuído à vacinação e ao fato de que muitos moradores das cidades fronteiriças já tiveram algum tipo de contato com o vírus (no Paraguai, o volume de testes é baixo).

Vacinação

Nessa quarta-feira, foi registrado o recorde diário na aplicação de vacinas em Ciudad del Este e municípios vizinhos: 4.022 imunizados. A atual fase de vacinação é voltada a pessoas com fatores de risco e adultos com 50 anos ou mais.

Hoje (8) e amanhã (9), a prioridade é para a aplicação da segunda dose em grupos já parcialmente protegidos. Para o fim de semana, a previsão é de início da vacinação de trabalhadores de setores considerados essenciais.

Acumulado

 Desde o início da pandemia, o Alto Paraná soma 25.315 infectados pelo novo coronavírus, o que representa, segundo o Ministério da Saúde e Bem-Estar Social, 5,9% de todos os contaminados no Paraguai. Desse total, 1.059 permanecem em fase ativa da doença, enquanto 1.191, infelizmente, perderam a vida.

Nas últimas 24 horas, o Paraguai teve 1.483 casos confirmados, 38 dos quais em Ciudad del Este e municípios altoparanaenses. Em todo o país, 92 pessoas faleceram. Os óbitos por região não constam da informação divulgada à imprensa.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Guilherme Wojciechowski - H2FOZ

Guilherme Wojciechowski é repórter colaborador do H2FOZ. E-mail: [email protected] - Veja mais mais conteúdo do autor.

Guilherme Wojciechowski - H2FOZ tem 125 posts e contando. Ver todos os posts de Guilherme Wojciechowski - H2FOZ

error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.