Paraguai sobe para 1º no mundo em mortes por covid

Paraguai vai para o topo do ranking de mortes por covid, com números de sexta. Foto Agência IP

Até sexta-feira, 28, o Uruguai encabeçava a lista de países com mais mortes por covid-19, proporcionalmente à população, nos últimos sete dias.

Com as 92 mortes de sexta, o Paraguai subiu para o 1º lugar, com 15,56 mortes por milhão de habitantes.

Os dados são do Our World in Data e foram destaque em matéria do jornal La Nación.

O jornal lembra que, ao longo de maio, o Paraguai já aparecia entre os cinco primeiros, sempre atrás do Uruguai.

OS 10 NO TOPO

Na lista dos países com mais mortes, proporcionalmente, agora aparece o Uruguai em 2º (14,72 mortes por milhão).

Depois, vêm Trinidad Tobago (11,23), Bahrein (10,83), Argentina (10,44), Colômbia (9,79), Suriname (9,50), Maldivas (9,25), Brasil (8,56) e Macedônia (7,34).

Nesse ranking das mortes da última semana, o Brasil aparece em 9º lugar entre os países com mais mortes proporcionais. No final de abril, estava em 13º.

Como se vê – destaca o La Nación -, há seis países da América do Sul na lista dos 10 onde a covid-19 está mais mortífera.

PARAGUAI X URUGUAI

O percentual de mortos no Paraguai é calculado para uma população de 7.211.696 habitantes; no Uruguai, para 3.484.635 habitantes.

O Paraguai registrou, com o número de sexta-feira (92 óbitos), o total de 8.892 mortes; o Uruguai, 4.118.

No ranking de números absolutos, o Paraguai está em 47º lugar. O Brasil está em 2º e a Argentina aparece em 10º (superou nesta semana a Polônia).

MAIO FATAL

Para o Paraguai – e também outros países, como a Argentina e o Brasil -, o mês de maio superou abril, em casos e mortes.

A soma total de casos, no Paraguai, 348.184 casos, pelos dados até sexta-feira.

Faltando três dias para terminar o mês, maio já registra 2.507 óbitos e 69.107 contágios.

Os números superam os recordes de abril: 2.179 mortes e 64.410 novos casos.

Maio tem ainda outro recorde: nesses 28 dias, superou o total de mortes registradas durante os 10 meses de 2020, que teve 2.262 óbitos por covid-19.

Maio também, ainda com 3 dias pela frente, já atingiu 64% do total de casos registrado em 2020 (107.932).

MAIS RECORDES

“Lamentavelmente”, diz o jornal La Nación, na sexta-feira foi superado também o recorde de pessoas internadas: 3.800. Em UTI, não houve recorde, mas o número “continua alto”: 594 pacientes.

O recorde de internamentos em unidades de terapia foi atingido na última semana, dia 25: 602. Outros recordes: de mortes (125), no dia 23 de maio; e de novos casos (3.307), na quarta-feira, 26.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ tem 1059 posts e contando. Ver todos os posts de Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.