Paraguai impede fuga de detentos do “Pavilhão do PCC”

Equipe da Penitenciária Regional de Ciudad del Este detectou a escavação de um buraco na parede um banheiro que está em reformas.

Apoie! Siga-nos no Google News

Agentes da Penitenciária Regional de Ciudad del Este frustraram, no final da tarde de terça-feira (23), um plano de fuga no chamado “Pavilhão do PCC”, onde estão recluídos detentos ligados à facção brasileira.

Leia também:
Brasil alerta Paraguai sobre disputa envolvendo o PCC

De acordo com o jornal ABC Color, os servidores encontraram uma escavação em uma das paredes de um banheiro que está em reformas. Caso conseguissem romper a estrutura, os detentos teriam acesso à área externa da instituição.

O achado foi comunicado à Polícia Nacional e ao Ministério da Justiça pelo chefe de segurança da penitenciária, Gilberto Fariña. Segundo Fariña, o local é inspecionado diariamente, e a escavação teria ocorrido em um lapso de poucas horas.

A respeito, o Ministério da Justiça determinou a abertura de um procedimento administrativo para apurar eventual cumplicidade de agentes penitenciários.

Superlotada, a Penitenciária Regional de Ciudad del Este é vista pelos moradores locais como uma “bomba-relógio”, por sua estrutura precária e por estar situada em uma área densamente povoada da segunda maior cidade do Paraguai.

Uma nova e moderna penitenciária foi construída pelo governo paraguaio no município vizinho de Minga Guazú. Finalizado no ano passado, o prédio ainda não está em uso devido à falta de infraestrutura no entorno.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.