Procissão relembrará os 397 anos da fundação de Santa María del Iguazú

Missão jesuítica foi estabelecida em 1626, às margens do Rio Iguaçu, em algum ponto próximo às Cataratas.

Apoie! Siga-nos no Google News

A diocese da Igreja Católica em Puerto Iguazú promoverá, no próximo dia 10 de maio, uma procissão náutica para comemorar os 397 anos de fundação da missão jesuítica de Santa María del Iguazú, criada por padres da Companhia de Jesus, em 1626, às margens do Rio Iguaçu, em algum ponto próximo às Cataratas do Iguaçu.

Leia também:
Área próxima às Cataratas do Iguaçu pode ter abrigado missão jesuítica

O povoado teve vida curta e foi transferido para terras mais ao sul, na bacia do Rio Uruguai, em razão dos ataques dos bandeirantes às vilas jesuíticas no que hoje é o estado do Paraná. Por esse motivo, a localização exata é desconhecida, uma vez que ainda não houve o achado de vestígios arqueológicos consistentes.

A memória da missão é cultivada, no entanto, em locais como o Santuário de Santa María del Iguazú, em um trecho de curva onde é possível ter uma bela visão panorâmica das águas do rio fronteiriço e da margem brasileira.

A procissão náutica do dia 10 de maio terá como ponto de partida o Porto Macuco, localizado no interior do Parque Nacional Iguazú. De lá, as embarcações percorrerão cerca de 21 quilômetros até o porto fluvial de Puerto Iguazú, de onde a imagem de Santa Maria será transportada para a missa no anfiteatro do Marco das Três Fronteiras.

Os detalhes ainda estão sendo definidos pela equipe coordenada pelo bispo Nicolás Baisi, com possível horário de saída às 15h e liberação para que embarcações particulares, da Argentina e do Brasil, participem do cortejo. A Prefeitura Naval Argentina, órgão equivalente à Capitania dos Portos, dará apoio logístico ao evento.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.