Calor não dará trégua durante o carnaval – veja a previsão do tempo

A boa notícia, segundo a meteorologia, é que Foz do Iguaçu terá dias mais frescos a partir da Quarta-Feira de Cinzas.

Apoie! Siga-nos no Google News

O calor dos últimos dias está de rachar o coco dos moradores e turistas que visitam Foz do Iguaçu, com sensação térmica bem acima dos 40°C durante o dia e muito calor também à noite, o que tem causado apagões provocados pelo alto consumo de energia.

Veja também:
Paraná lança campanha para reforçar prevenção à dengue – assista

Para esta segunda-feira (12), a previsão é de continuidade da sensação de “sauna ambiente”. Às 10h30, por exemplo, o Simepar já reportava 31.7°C de temperatura oficial, com sensação térmica de 35°C.

Próximos dias em Foz do Iguaçu. Gráfico: Simepar
Próximos dias em Foz do Iguaçu. Gráfico: Simepar

A máxima projetada pelo órgão de meteorologia do Paraná é de 35°C às 15h, com sensação de vários graus a mais. Outras fontes, por sua vez, estimam temperaturas entre 37°C (Climatempo) e 39°C (Metsul) nesta segunda, com eventuais pancadas de chuva.



Para terça-feira (13), o Simepar cita amplitude entre 26°C e 31°C, enquanto o Climatempo prevê de 25°C a 35°C, e a Metsul projeta termômetros entre 23°C e 35°C. Segundo os três serviços, há possibilidade de pancadas ou chuvas rápidas durante a jornada.

A boa notícia para quem quer um refresco após o calorão é a chance de dias mais frescos da quarta-feira (14) em diante, com chuvas mais consistentes e máximas até mesmo abaixo dos 30°C.

Para quinta (15), o Simepar prevê 16.8 milímetros de precipitações, com outros 40 para sexta (16). O Climatempo indica 15mm na quinta e 30mm na sexta. A Metsul concorda que o dia mais chuvoso tende a ser a sexta, com acumulado de até 19.4mm.

Cataratas do Iguaçu

Às 10h desta segunda-feira, a vazão de água nas Cataratas do Iguaçu, medida pela Companhia Paranaense de Energia (Copel), era de 952 metros cúbicos por segundo (m³/s), cerca de 40% abaixo do referencial padrão de 1.500m³/s.

Vazão de água nas Cataratas do Iguaçu. Gráfico: Copel
Vazão de água nas Cataratas do Iguaçu. Gráfico: Copel

A tendência para as próximas horas é de redução, tendo em vista os valores abaixo de 500m³/s registrados durante a noite de domingo (21) na estação de Porto Capanema, localizada águas acima no Rio Iguaçu.

LEIA TAMBÉM