Justiça investe Francisco Sampaio na cadeira de prefeito em Foz do Iguaçu

Depois de idas e vindas, ele responde pela gestão municipal enquanto Chico Brasileiro viaja para a China; advogado acusa prefeitura de “manobra”.

Apoie! Siga-nos no Google News

Desde as 17h52 dessa sexta-feira, 1.º, o cargo de prefeito de Foz do Iguaçu é exercido por Francisco Sampaio (União Brasil). É o que determinou o juiz Rodrigo Luis Giacomin, para pôr fim em idas e vidas que retardavam o cumprimento de sua decisão anterior, para a posse do vice durante viagem de Chico Brasileiro à China.

LEIA TAMBÉM:
Chico Brasileiro viaja à China e passa cargo ao vice
Chico Brasileiro volta atrás e não passa cargo ao vice para ir à China
Francisco Sampaio aciona Justiça para asssumir prefeitura
Justiça determina posse de Francisco Sampaio na prefeitura

O magistrado argumentou que o despacho foi necessário devido à inviabilidade da lavratura do termo de posse e como medida para evitar que o decurso do tempo acabasse por esvaziar os efeitos da liminar que leva Sampaio ao assento principal do Palácio das Cataratas. E determinou a ciência ao Legislativo e à Secretaria Municipal de Administração.

“Determino, desde já, que a função de prefeito interino seja exercida pelo ora impetrante [Francisco Sampaio], a contar da publicação desta decisão, e até que o chefe do Poder Executivo Municipal retorne ao país”, escreveu o juiz. E advertiu que eventuais embaraços ao cumprimento da medida resultariam em responsabilização por ação contra a dignidade da Justiça.

O membro da magistratura “bateu na mesa” depois que sua decisão ficou no vácuo por um período, entre as burocracias da Câmara de Vereadores e prefeitura. Após a Justiça empossar Francisco Sampaio como prefeito temporário, o Diário Oficial do Município publicou termo para o seu exercício da função, assinado por membros da administração.

O advogado de Francisco Sampaio, Lougan Cardoso Lima, criticou o retardamento no cumprimento de decisão judicial pela prefeitura. “Foi uma sucessão de manobras para se esquivar do cumprimento [da liminar que deu o direito de posse ao vice-prefeito]. O município recorreu e perdeu. Foi ao Tribunal de Justiça e perdeu”, enfatizou.


A reportagem fez contato com o prefeito em exercício, Francisco Sampaio, para saber qual será o foco de suas ações durante a interinidade, mas não recebeu retorno até o momento. Já Chico Brasileiro permanecerá na China, em viagem oficial, até 5 de dezembro, a convite do governo daquele país. A prefeitura garantiu que as despesas correm sob a responsabilidade do anfitrião.

LEIA TAMBÉM