Homens que fizeram 10 reféns responderão por sequestro e tentativa de homicídio

Ação da Polícia Militar em Foz do Iguaçu prendeu quatro pessoas após elas tentarem consumar um roubo.

Apoie! Siga-nos no Google News

O 14.º Batalhão de Polícia Militar (BPM) prendeu em Foz do Iguaçu quatro pessoas por tentativa de roubo a uma empresa na noite dessa quarta-feira, 22. Os acusados fizeram dez funcionários de reféns, em um barracão que funciona como centro de distribuição de mercadorias.

LEIA TAMBÉM: Caso Kauet: polícia elucida crime de morte e extorsão em Foz do Iguaçu

Com eles, foram apreendidos pistola, revólver, metralhadora e fuzil HK. Ninguém se feriu durante a ocorrência, na região do Portal da Foz, próximo à Perimetral Leste, com os suspeitos entregando-se à polícia depois de cerca de uma hora de negociações.

Conduzidos à Delegacia da Polícia Civil, os homens irão responder pelos seguintes crimes:



  • roubo agravado;
  • sequestro e cárcere privado; e
  • tentativa de homicídio.

Policiais militares foram acionados por vizinhos do estabelecimento assim que começou o assalto. “Eles foram recebidos a tiros e reagiram. As equipes especializadas da Polícia Militar (Batalhão de Choque e Rotam) foram acionadas para ajudar no cerco e na negociação”, reportou a Agência Estadual de Notícias (AEN).

Houve o cerco ao prédio e o estabelecimento da negociação, expôs o major Márcio Skovronski, que está respondendo pelo comando do 14.º BPM. “Após cerca de uma hora, eles libertaram os reféns e se renderam”, concluiu.

LEIA TAMBÉM