Em cima, Foz aos 107 anos; abaixo, Itaipu e um de seus legados: a Ponte da Integração. Fotos: Itaipu

Foz, 107 anos: Itaipu promete “colaboração eterna”

Nesta quinta-feira, 10, quando Foz do Iguaçu comemora 107 anos de fundação, a Itaipu Binacional tem uma mensagem simples e direta para os iguaçuenses: podem contar sempre com o apoio da empresa que a cidade viu nascer.

Em mensagem, o diretor-geral brasileiro da Itaipu, João Francisco Ferreira, sintetiza este apoio: “Continuem contando conosco”.

Ele lembrou que Itaipu faz parte da história de Foz do Iguaçu desde 1974, quando a entidade binacional foi criada para construir e depois operar “a maior hidrelétrica do mundo até aquele momento”.

E esta participação na história da cidade se consolidou mais recentemente com a vinda a Foz de todos os integrantes da diretoria executiva brasileira, afirmou o diretor.

“E, também, pelas muitas ações e obras estruturantes que Itaipu passou a realizar, em parceria com diversos órgãos, para propiciar o maior desenvolvimento econômico e social de Foz do Iguaçu e das cidades próximas da área de influência”, acrescentou.

OBRAS SEMPRE

Algumas das obras estruturantes já são bem conhecidas dos iguaçuenses: a segunda ponte sobre o Rio Paraná, a modernização e ampliação da pista do aeroporto internacional, a futura duplicação da Rodovia das Cataratas, além de ciclovias, do mercado municipal e muitas outras.

Mas o mais importante é que os investimentos de Itaipu em Foz e região não vão terminar em 2023, quando Brasil e Paraguai renegociam o Anexo C do Tratado de Itaipu, que trata das bases financeiras do custo da eletricidade produzida na usina.

O diretor-geral brasileiro de Itaipu já informou que, mesmo com a redução da tarifa, que virá naturalmente com o término das dívidas de construção da usina, os orçamentos futuros vão prever parcela de recursos para financiar obras  importantes para Foz e municípios vizinhos.

“PACOTE” DE APOIO

Às vésperas do aniversário de Foz, Itaipu anunciou um pacote de ações e iniciativas que irão beneficiar cerca de 30 mil pessoas até o final do ano.

O pacote prevê o início da duplicação dos 8,7 quilômetros da Rodovia das Cataratas, que deverá gerar muitos empregos.

Inclui ainda a entrega da revitalização do Gramadão da Vila A, em outubro, um renovado ponto de encontro e lazer dos iguaçuenses.

Itaipu já definiu que doará brevemente 20 mil cestas básicas para a população em situação vulnerável.

E programou o início da capacitação de 2,2 mil profissionais de vários setores, especialmente do turismo.

O turismo será beneficiado ainda com uma nova campanha de divulgação do Destino Iguaçu, que incluirá a captação de eventos.

“CONTRAPARTIDAS”

João Francisco Ferreira: Itaipu vai ajudar na “nova guinada da economia de Foz e região”. Foto Rubens Fraulini

Como disse João Francisco Ferreira, “são contrapartidas que fazemos em prol de uma cidade que tão bem acolheu nosso empreendimento e nosso corpo funcional, de forma bastante respeitosa e carinhosa”.

Contrapartidas que se resumem a dois aspectos principais:

– atendimento à população, com geração de empregos no momento desta crise econômica provocada pelas medidas restritivas;

– criação de uma nova infraestrutura, que garantirá “uma nova guinada na economia de Foz do Iguaçu e região”, como disse ainda o diretor-geral brasileiro de Itaipu.

Assessoria

Este texto é de responsabilidade de assessoria da imprensa institucional e/ou empresarial. Veja mais conteúdo do autor.

Assessoria tem 454 posts e contando. Ver todos os posts de Assessoria