ABIH PR – Regional Oeste consolida articulação em defesa do PERSE

Instituído em 2021, devido à pandemia, Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos foi encerrado pelo governo federal.

Apoie! Siga-nos no Google News

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no Paraná (ABIH PR) – Regional Oeste está consolidando suas ações em defesa da manutenção do Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (PERSE), encerrado pelo governo federal.

Leia também:
Foz do Iguaçu bate à porta de Brasília para manter incentivos ao setor de eventos

Instituído em 2021, devido aos efeitos da pandemia do novo coronavírus na área de eventos, o PERSE previa ações como renegociações de dívidas e isenções em tributos federais.

O encerramento foi solicitado pelo Ministério da Fazenda, argumentando que o objetivo já teria sido cumprido e a continuidade do programa acarretaria perdas na arrecadação.

Uma das ações mais recentes da ABIH Paraná – Regional Oeste foi um encontro entre o vice-presidente regional, Nilson de Nadai, e o deputado licenciado e secretário da Indústria, Comércio e Serviços do Paraná, Ricardo Barros.

Na conversa, ocorrida em Cascavel, o dirigente solicitou ao parlamentar, que mantém diálogo com boa parte da bancada de deputados federais, o apoio para a manutenção do PERSE, como forma de preservar a sustentabilidade da hotelaria, proteger empregos e gerar renda.

“A revogação abrupta deste bem-sucedido programa afronta a segurança jurídica, repele investimentos e coloca em risco o crescimento do emprego”, afirmou Nadai, em declaração reproduzida pela assessoria da Regional Oeste.

Barros confirmou apoio à continuidade do PERSE e prometeu reforçar o apelo aos parlamentares do seu partido (Progressistas) e demais aliados para que votem contra a Medida Provisória (MP) n.º 1.202, em tramitação na Câmara dos Deputados. A MP estabelece a revogação dos benefícios fiscais do programa.

Em paralelo, mais de 20 empresários hoteleiros de Foz do Iguaçu viajarão para Brasília, com agenda confirmada na terça (5), quarta (6) e quinta-feira (7), no Senado Federal e na Câmara dos Deputados, para participar de uma mobilização de dirigentes do setor, que prevê reuniões, encontros e visitas aos gabinetes dos parlamentares. 

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.