Em alguns casos, Governo Federal pode exigir devolução do dinheiro. Foto: Agência Brasil

Auxílio emergencial começa a ser pago na próxima terça-feira

Valores serão diferenciados, de R$ 250 na média, em quatro parcelas. Veja o calendário para o recebimento da 1ª cota.  

O governo federal anunciou o pagamento da nova versão do auxílio emergencial a partir da próxima terça-feira, 6. A compensação pelos efeitos sociais e econômicos da pandemia de covid-19 será para trabalhadores informais de baixa renda e beneficiários de programas sociais, como o Bolsa Família.

A data do início do repasse foi informada na manhã desta quarta-feira, 31. O anúncio ocorreu durante pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), do ministro da Cidadania, João Roma, e dos presidentes da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e da Dataprev, Gustavo Canuto.

Serão quatro parcelas com o valor médio de R$ 250. Mulheres provedoras de família monoparental (“mãe solteira”) receberão cotas de R$ 375, enquanto pessoas que moram sozinhas terão direito ao valor mensal de R$ 150. Apenas uma pessoa da família poderá receber o auxílio.

Conforme o Ministério da Cidadania, responsável pela gestão do programa, não é necessário requer o auxílio emergencial 2021. A concessão será feita “automaticamente ao trabalhador que estava recebendo, em dezembro/2020, o Auxílio Emergencial e a Extensão do Auxílio Emergencial”.

De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, os depósitos serão feitos inicialmente nas contas digitais, já abertas pelos beneficiários, e depois o dinheiro será aberto para o saque. O banco espera que “mais de a metade das pessoas realizem o gasto digitalmente [correspondente ao valor do auxílio]”, disse.

“Já temos tudo muito bem organizado. O calendário tem esse racional: pagar o mais breve possível”, afirmou o gestor da instituição financeira, durante o pronunciamento com as autoridades federais. Além do valor menor do que o das edições do ano passado, o auxílio emergencial 2021 também será pago a uma quantidade menor de pessoas.

Os créditos na conta social têm início na próxima terça-feira, para trabalhadores nascidos em janeiro que se inscreveram pelos meios digitais da Caixa, como informais, microempreendedores individuais e desempregados. Também serão contemplados inscritos no Cadastro Único do Governo Federal.

O cronograma segue até 30 de abril para nascidos em dezembro. Os saques dessa primeira parcela estarão disponíveis a partir de 4 de maio. Os beneficiários do Bolsa Família receberão de acordo com o calendário habitual do programa, que em abril começa no dia 16.

Proposto e aprovado pelo Congresso Nacional em março de 2020, a primeira fase do auxílio emergencial foi de R$ 600 e R$ 1.200 (para mães provedoras da casa). Sua extensão, feita por medida provisória da Presidência da República, foi de R$ 300 e R$ 600. No ano passado, foram 67,9 milhões de beneficiários, ante 45,6 milhões estimados na fase atual.

Pela internet, é possível tirar dúvidas sobre o programa. Em breve, o interessado poderá consultar se receberá o auxílio emergencial em 2021. Acesse: https://www.gov.br/cidadania/pt-br/servicos/auxilio-emergencial.

Confira o calendário da 1ª parcela:

Fonte: Ministério da Cidadania

 

Fonte: Ministério da Cidadania

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Paulo Bogler - H2FOZ tem 1177 posts e contando. Ver todos os posts de Paulo Bogler - H2FOZ