Dengue: levantamento mostra aumento de focos e coloca Foz em estado de alerta

Foto: Thiago Dutra/PMFI

Quatro a cada cem casas fiscalizadas possuem criadouros do mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão de várias doenças.

Foz do Iguaçu está em estado de alerta para a dengue. De agosto de 2021 para cá foram 240 casos confirmados no município. O número pode até parecer baixo em comparação com as epidemias de outros anos, mas um levantamento realizado pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) mostra que quatro a cada cem casas possuem focos do mosquito Aedes aegypti.

Na região, duas mortes em decorrência da doença já foram registradas, apesar de não serem contabilizadas no boletim da Secretaria de Estado da Saúde. As vítimas são uma mulher de 32 anos, que morava em Medianeira, e um homem de 87 anos, de Matelândia.

Diante da emergência, a Prefeitura de Foz do Iguaçu reforçou ações de combate e fiscalização de imóveis e terrenos por meio do Comitê de Combate à Dengue, que é formado por equipes da Secretaria da Fazenda, Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e Defesa Civil.

Nessa quarta-feira (6), o comitê vistoriou alguns locais e encontrou diversas irregularidades. Em um dos imóveis, nos fundos de um hotel desativado, além do lixo e entulhos, foram localizados focos do mosquito Aedes aegypti em pneus, garrafas e vasos de plantas.

Em outro imóvel, um antigo restaurante, as equipes encontraram restos de materiais de construção, ferragens, garrafas e muito lixo. Para ter acesso a esse imóvel, o comitê precisou de um chaveiro, que abriu a porta do estabelecimento abandonado.

A autorização para ingressar em imóveis particulares em situação de abandono está prevista em decreto municipal. Nesses casos, os proprietários serão autuados e receberão multas, que podem variar de R$ 2 mil a R$ 10 mil (valores de 20 e a 100 unidades fiscais).

De acordo com o último boletim da dengue divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde, o Paraná tem 11.678 casos confirmados da doença desde agosto de 2021, quando começou o ano epidemiológico. Segundo o balanço, os casos de dengue cresceram 50% na última semana. Dos 399 municípios do Paraná, 258 já registram casos da doença nos últimos oito meses.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Vacy Junior - H2FOZ

Vacy Alvaro é repórter e coordenador dos infográficos do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.