H2FOZ - Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Planeta Foz

A mensagem de José 

A mensagem de José 

* Alexandre Palmar

A paz desejada por gregos e troianos nestes tempos de guerra é oferecida diariamente por um rapaz de Foz do Iguaçu. A fórmula de José é simples, não passa por conflitos bélicos ou disputas políticas-econômicas. Depende de acreditar nele, um homem de 25 anos, adepto ao terno e gravata, apesar do forte calor típico da cidade.

‘‘O senhor está voltando’’, anuncia a mensagem escrita nos idiomas mais falados na tríplice fronteira, como português, espanhol, inglês, árabe e chinês. O aviso empunhado sobre sua cabeça muda conforme o dia, mas sempre tem como objetivo sensibilizar cristãos, mulçumanos e budistas, além de inquietar tantos outros não inseridos nesse universo.

Para alcançar seu propósito, José não escolhe nem dia, nem hora. Este ano exibiu o aviso em pleno desfile de carnaval, à noite, gerando comentários dispensáveis dos foliões. O roteiro incluiu ainda desfiles oficiais do município, jogos de futebol e até protestos. Em dias normais, é possível encontrá-lo nas esquinas com grande movimento de veículos e pedestres.

O fiel não tem a mínima vergonha de mostrar sua fé à população, um tanto descrente em paz por causa dos mais de 100 assassinatos ocorridos em Foz neste ano. Quem o classifica como lunático, recebe a mesma resposta. ‘‘O Senhor voltará. Está escrito na Bíblia’’, diz José, com autoridade de possuir o mesmo nome do marido de Maria.

Sua crença costuma render alguns debates. Esta semana, um senhor questionou José sobre a ‘‘omissão do Senhor’’ nas guerras, fome e miséria mundo afora. ‘‘As pessoas podem duvidar do retorno de Jesus Cristo. Eu duvido da justiça social promovida pelo homem. Os fatos provarão quem está com a verdade’’, afirmou, com um semblante, para alguns, de provocação, para outros, de conforto.

Alexandre Palmar é jornalista e editor do H2FOZ.
Texto publicado originalmente na Folha de Londrina, em 26 de abril de 2002.