Vereador Galhardo oficializa defesa à Comissão Processante na Câmara

Análise do documento será feita pelo colegiado formado por Anice Gazzaoui, Edivaldo Alcântara e João Morales.

Apoie! Siga-nos no Google News

Análise do documento será feita pelo colegiado formado por Anice Gazzaoui, Edivaldo Alcântara e João Morales.

O vereador Admilson Galhardo apresentou defesa prévia à Comissão Processante (CP) instalada na Câmara Municipal para apurar denúncias que recaem sobre o edil. O documento foi apresentado dentro do prazo normativo previsto, segundo o Legislativo.

LEIA TAMBÉM:
Prazo para vereador Galhardo apresentar defesa começa a contar
Câmara abre Comissão Processante para apurar denúncias contra Galhardo
Câmara decide sobre nova representação contra Galhardo nesta terça

O parlamentar é acusado, na representação, de suposta “rachadinha” e manutenção de “funcionária fantasma” no gabinete. Ele nega as acusações e diz que elas são motivadas por questões políticas e eleitorais.

A partir de agora, a Comissão Processante analisará a defesa do vereador. Esse colegiado é formado por Edivaldo Alcântara, do PTB (presidente); Anice Gazzaoui, do PL (relatora); e João Morales, do União Brasil (membro), escolhidos por sorteio pelo plenário.

A decisão de abertura da CP foi por unanimidade na Câmara, inclusive com o voto de Admilson Galhardo. A representação é assinada pelo gerente de marketing e ex-assessor parlamentar Felipe Gabriel Menger Alves e pelo jornalista Edenilson Alves de Queiroz Júnior.

Segundo a denúncia, Galhardo teria ficado com parte dos salários de Felipe e indicado uma assessora como forma de retribuir doação de campanha. O vereador declarou estar tranquilo e que as acusações “não procedem”.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.