Itaipu amplia frota para patrulhamento das águas do lago

Avaliada em R$ 226,5 mil, nova embarcação foi recebida nesta semana pelo setor de Segurança Empresarial da usina.

Apoie! Siga-nos no Google News

O setor de Segurança Empresarial de Itaipu recebeu, nesta semana, uma nova embarcação para as atividades de monitoramento e fiscalização das águas do lago. Batizado de Tarobá, o barco custou R$ 226,5 mil e está equipado com motor de 115hp, carreta, sirene e acessórios.

Leia também:
Operação anunciada pelo governo terá ações no lago de Itaipu

A entrega aconteceu na última terça-feira (14), no Portinho do Refúgio Biológico Bela Vista, em Foz do Iguaçu. Participaram da cerimônia o diretor-geral brasileiro, Enio Verri; o diretor-administrativo, Iggor Gomes Rocha; o superintendente de Segurança Empresarial, Washington Alves da Rosa, entre outras autoridades e empregados.

Com a aquisição, a frota da Segurança de Itaipu agora conta com seis veículos, incluindo embarcações em alumínio, motos aquáticas e um inflável.

Segundo o superintendente, o Tarobá vai auxiliar na “fiscalização na faixa de proteção, com foco na preservação ambiental, uma vez que as equipes estarão de Foz do Iguaçu a Guaíra se deslocando para patrulhamento”. Em caso de irregularidade, órgãos como a Polícia Ambiental, Marinha e Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron) são acionados.

Itaipu agora conta com seis embarcações para uso imediato do setor de Segurança Empresarial. Foto: Sara Cheida/Itaipu Binacional
Itaipu agora conta com seis embarcações para uso imediato do setor de Segurança Empresarial. Foto: Sara Cheida/Itaipu Binacional

Além de lidar com as questões relacionadas ao cuidado com o patrimônio, o setor de Segurança Empresarial também tem como objetivo primordial assegurar e manter a integridade e a conservação do reservatório do lago de Itaipu, que é essencial para a produção de energia.

A faixa de proteção de Itaipu é uma área estrategicamente estabelecida ao redor do lago, onde ocorrem atividades de fiscalização e monitoramento para evitar invasões, queimadas, pesca e caças ilegais. Essa faixa desempenha papel crucial na preservação do ecossistema, além de garantir ambiente propício para a produção de energia.

Além disso, a segurança empresarial da Itaipu Binacional também desempenha um papel educativo e de conscientização junto à comunidade, promovendo a importância da conservação ambiental e a valorização do patrimônio natural.

Em material distribuído à imprensa, Itaipu informa que o investimento em projetos de segurança da binacional e área de influência, bem como convênios com diversos órgãos e forças de segurança, gira em torno de R$ 10 milhões por ano.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.