Pedófilo alemão é preso no Paraguai depois de ferir policiais a tiros

O alemão foi preso depois de ter ferido a tiros dois policiais. Foto: MPPY

Ele vivia numa espécie de búnker numa comunidade alemã de Coronel Oviedo. Foram apreendidas várias armas.

Uma operação contra pornografia infantil, no Paraguai, terminou com dois policiais feridos a tiros, na segunda-feira, 5.

O suspeito de pornografia infantil e, agora, também de tentativa de homicício, é o alemão Wilfried Rudolf Frankes, que vivia numa espécie de búnker, onde guardava várias armas.

Na propriedade dele, em Coronel Oviedo (a 15 km de Assunção), moravam em cabanas outros alemães. Havia até uma ligação subterrânea.

O procedimento da promotoria e da polícia foi acompanhado por autoridades alemãs, informa o jornal ABC Color.

A promotora Irma Llano, da Unidade de Delitos Informáticos, contou que Frankes, de 65 anos, tem antecedentes na Alemanha por pedofilia. Ele chegou ao Paraguai em 2014, noticiou o Última Hora.

De acordo com a promotora, desde o ano passado o Ministério Público do Paraguai já tinha informações sobre possível prática de pornografia infantil na casa do alemão.

CRIANÇAS DESAPARECIDAS

O arsenal do alemão, apreendido pela polícia e promotores. Foto MPPY

A polícia investiga também a hipótese de que Frankes tenha vínculos com o caso da menina que está desaparecida há mais de um ano na cidade de Emboscada, departamento de Cordillera.

A promotora Irma Llano lembra que “há 400 crianças desaparecidas em nosso país, isso é algo que deve nos alarmar. Ainda há muito por investigar”.

COMUNIDADE

A propriedade de Frankes, que tem o nome de “Castelo da Paz”, é parte de uma comunidade fechada de alemães, e por isso a polícia paraguaia pediu a cooperação de autoridades da Alemanha.

Na comunidade, além do alemão, vivia uma filha dele, de 17 anos, que foi entregue às autoridades alemãs para que volte a seu país, e ainda moravam lá dois casais com filhos e outros adultos.

ARMAS

Entre as apreensões, um ursinho de pelúcia. Foto: MPPY

Na ação do Ministério Público e da polícia, foram apreendidos quatro notebooks, três celulares, uma escopeta 12 milímetros, uma pistola 9 milímetro, um revólver 38 milímetros e vários cartuchos deste mesmo calibre.

Havia ainda um rifle de ar comprimido, quatro câmeras fotográficos, discos rígidos e outros objetos.

As cabanas dos alemães estão “isoladas” da comunidade local e os vizinhos relataram “comportamentos estranhos”, segundo a promotora, conforme noticia o ABC Color.

Na primeira tentativa da polícia para prender o alemão, foi recebida a tiros. Foram feridos dois sub-oficiais, Álvaro José Melgarejo Esquivel e Pablino Sosa, que estão fora de perigo. Logo depois, Frankes se rendeu.

O alemão vai responder por pornografia infantil e tentativa de homicídio, segundo publicou o Ministério Público nas redes sociais.

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

-->