Às urnas com e-Título. Aplicativo agiliza votação e oferece serviços gratuitos ao eleitor

Menos papel compartilhado também contribui para a segurança de eleitores e voluntários que atuam na eleição. Baixe o app. 

H2FOZ – Paulo Bogler

A tecnologia é uma aliada da democracia e da segurança de eleitores e voluntários que atuam nas eleições municipais deste ano. Disponível para baixar gratuitamente no celular, o e-Título é uma ferramenta que agiliza a votação, garante serviços ao eleitor e diminui a quantidade de papel compartilhado, algo fundamental às medidas sanitárias.

Leia também:

É hora de decidir. Eleitor maior de 60 anos terá prioridade para votar das 7h às 10h

O eleitor que já passou pela biometria só precisará levar o e-Título ao local de votação, sem a necessidade de nenhum outro documento físico, pois sua foto já aparece no aplicativo. A ferramenta pode ser baixada do Google Play ou App Store, sem nenhum custo.

O app é uma tecnologia funcional e segura, desenvolvida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Na prática, é a via digital do título. É possível baixá-lo usando o número do CPF, caso o eleitor não consiga lembrar a inscrição eleitoral, e informar alguns dados pessoais complementares. No Paraná, cerca de 250 mil eleitores já baixaram o e-Título, até o último dia 10.

De acordo com Nerli Vieira, assistente da Central de Atendimento ao Eleitor em Foz do Iguaçu, a tendência é que ocorra a migração, com o tempo, do título em papel para a sua versão digital. “O eleitor não precisa mais do papel. Estamos caminhando para um documento único”, destaca.

Além de votar com o e-Título, o eleitor obtém os seguintes serviços por meio do aplicativo:

– confere a sua zona e seção eleitoral;

– confirma o endereço e a identificação no mapa do seu local de votação;

– emite a certidão de quitação eleitoral; e

– justifica a ausência das urnas.

A Justiça Eleitoral recomenda que o eleitor baixe o aplicativo com a maior antecedência possível do dia das eleições, em 15 de novembro, evitando, inclusive, eventual sobrecarga do sistema. “Com mais tempo para utilizar a interface do aplicativo, o eleitor estará mais seguro e apto para usá-lo no dia da votação”, ressalta o Tribunal Superior Eleitoral.

Assista ao vídeo da Justiça Eleitoral sobre o e-Título:

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.