Empresário brasileiro é vítima de sequestro-relâmpago no Paraguai

Homem foi abordado por indivíduos armados quando chegava à residência, em Ciudad del Este; família pagou resgate para libertação.

Apoie! Siga-nos no Google News

Um empresário brasileiro de 35 anos, proprietário de uma empresa de reciclagem no Paraguai, foi vítima de um sequestro-relâmpago, na noite dessa sexta-feira (15), no momento em que chegava à residência da família em Ciudad del Este.

Leia também:
Homens que fizeram 10 reféns responderão por sequestro e tentativa de homicídio em Foz do Iguaçu

De acordo com os jornais ABC Color e Última Hora, João Batista S.A. foi rendido por um grupo composto por quatro ou cinco homens armados, que foram até o local em um veículo do tipo Nissan Pathfinder, encontrado incendiado, horas mais tarde, no município vizinho de Minga Guazú.

João foi obrigado a embarcar no próprio automóvel, com placas brasileiras, e mantido refém enquanto os sequestradores rodavam por áreas pouco povoadas de Ciudad del Este e Minga Guazú. Em contato com os familiares da vítima, os bandidos exigiram o malote contendo a arrecadação da empresa no dia.



O malote, com valor não divulgado, foi entregue pelo filho do empresário. Logo após, o brasileiro foi libertado. Apesar da mobilização de grande efetivo de policiais para as ações de rastreamento, os sequestradores conseguiram fugir e não foram identificados até o momento.

Veículo incendiado pelos sequestradores. Foto: Gentileza/Polícia Nacional do Paraguai
Veículo incendiado pelos sequestradores. Foto: Gentileza/Polícia Nacional do Paraguai

As investigações estão a cargo da Polícia Nacional e da Unidade Especializada Antissequestro do Ministério Público do Paraguai. A proprietária do Nissan Pathfinder incendiado, residente em Mariano Roque Alonso, região metropolitana de Assunção, será chamada a prestar esclarecimentos.

LEIA TAMBÉM