Ministros do Mercosul definem medidas conjuntas contra o crime

Autoridades dos países-membros e associados estiveram na capital do Paraguai, Assunção, para reunião semestral do bloco.

Apoie! Siga-nos no Google News

O Paraguai sediou, nessa sexta-feira (7), a reunião semestral dos ministros das áreas de Justiça e Segurança Pública, com a participação de representantes dos países-membros e dos Estados associados.

Leia também:
Brasil e Paraguai ampliam cooperação contra o roubo de carros

O encontro ocorreu na capital paraguaia, Assunção, tendo como anfitriões os ministros paraguaios Enrique Riera (Interior) e Rodrigo Nicora (Justiça). O Brasil foi representado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski.

“Definimos e assinamos nove compromissos, além de uma ata unânime e uma declaração contra o crime organizado”, detalhou Riera. “Vamos levar também uma declaração à cúpula da Organização dos Estados Americanos, que ocorrerá em pouco tempo.”

Paraguai, Argentina, Uruguai, Brasil e Bolívia dispuseram a adoção de medidas conjuntas para ampliar a eficiência do combate às organizações criminosas transnacionais, que praticam atividades como o tráfico internacional de drogas e armamentos.

As estratégias incluirão o aumento do intercâmbio de informações e a intensificação de operações conjuntas nas faixas de fronteira. Outro foco será sobre a capitalização das quadrilhas, ampliando a vigilância sobre atividades que caracterizam lavagem de dinheiro.

LEIA TAMBÉM
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.