E veio a chuvarada. Foram 60mm em meia hora. Houve vários alagamentos

Muita gente duvidou, mas não deu outra: o tempo mudou, no início da tarde desta terça-feira, 12, e um forte temporal atingiu Foz do Iguaçu, ocasionando alagamentos em diversos pontos da cidade.

Em apenas 30 minutos, choveu mais de 60 milímetros, segundo a Prefeitura, pouco menos de um terço da média histórica de chuva para todo o mês de janeiro (160 mm).

Tempestade era a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia para Santa Catarina, Rio Grande do Sul e uma pequena parte das regiões Oeste e Sudoeste do Paraná. Foz estava no mapa do alerta laranja emitido pelo Inmet.

A Defesa Civil entrou em alerta e passou a monitorar as regiões mais afetadas, como é o caso das ruas João Rodrigues Ferreira, no bairro Cidade Nova; Rua Perdigão, na Vila A; Avenida Juscelino Kubitschek e Jardim Primavera.

A Prefeitura de Foz do Iguaçu informa que o mapeamento dos pontos críticos da cidade vem sendo feito por um grupo técnico da Secretaria de Planejamento e da Defesa Civil, a fim de elaborar projetos que resolvam os problemas.

A Prefeitura já concluiu obras de drenagem no Vale do Sol, Jardim Evangélico e na região do Distrito Industrial. Estão em andamento obras no Jardim São Luís, Jardim Central, Profilurb e Jardim Lancaster.

Um dos problemas que contribuíram para as enchentes foi o lixo, conforme constatou o pessoal da Defesa Civil. O vídeo foi mandado pela Prefeitura.

O telefone da Defesa Civil para acionar o serviço de emergência é o 199.

DO OUTRO LADO

Em Ciudad del Este, a chuvarada também provocou problemas, prejuízos e causou sustos. A chuva torrencial arrastou motos no centro da cidade e deixou alguns motoristas ilhados. A água chegou a arrastar várias motos.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.