H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Por: Texto e fotos: Assessoria

Filme sobre o cotidiano de trabalho de mulheres paraguaias e brasileiras é gravado na fronteira

Filme sobre o cotidiano de trabalho de mulheres paraguaias e brasileiras é gravado na fronteira
O longa-metragem Pasajeras conta histórias de várias mulheres da fronteira (Foto: Assessoria )

O filme Pasajeras, da cineasta e professora da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), Fran Rebelatto, está sendo gravado neste mês de setembro em Foz do Iguaçu e região. O longa-metragem conta a histórias de várias mulheres da fronteira e suas diferentes formas de sobrevivência e deslocamentos por esse território. Soledad, Maria, Cleide, Felicia e Suzy são algumas destas mulheres que veremos na tela.

Com uma equipe composta majoritariamente de mulheres de diferentes nacionalidades e regiões do Brasil, Pasajeras foi um dos projetos contemplados pelo edital Rumos Itaú Cultural de 2018, edital este que contempla projetos artísticos de todo o país por meio de diferentes expressões.

Além da particularidade de ter uma equipe de filmagem feminina e transnacional, a história revela as realidades das mulheres trabalhadoras fronteiriças desde uma perspectiva que mescla as linguagens do documentário, ficção e performance; é assim que se mostram os sonhos, os anseios e esperança que cada uma carrega em suas travessias; intercalando com passagens que mostram referências mitológicas da região.

Equipe é composta majoritariamente de mulheres de diferentes nacionalidades.

Para além da docente e cineasta, Fran Rebelatto, outras professoras e alunas do curso de Cinema e Audiovisual da Unila estão envolvidas na gravação. A ideia é que as professoras e alunas possam intercambiar experiências nas diferentes áreas da realização cinematográfica. Essa é uma oportunidade para que as estudantes aprendam na prática dentro de um set de filmagem.

História revela as realidades das
mulheres trabalhadoras fronteiriças

Este não é o primeiro filme realizado pela cineasta Fran Rebelatto junto à alunos e professores da UNILA. Em 2013, logo após a sua chegada em Foz do Iguaçu, Fran gravou o curta-metragem de ficção ‘Do amor: pequenas coisas’, que percorreu diferentes festivais e mostras de cinema nacionais e internacionais. Também em 2018, a cineasta e docente gravou o documentário ‘Fronteira-mulher: um ensaio’, vencedor do edital DocFutura 2018, produzido para fazer parte da programação do Canal Futura.

Momento de estudo e definição de referências da película.

O longa-metragem Pasajeras é produzido pela produtora porto-alegrense Besouro Filmes e conta com a parceria da produtora Vision Art, de Foz do Iguaçu, e da produtora argentina Cooperativa de La Tierra. O filme tem previsão de lançamento para abril de 2020, nacionalmente e internacionalmente, no circuito dos festivais de cinema.

Reunião de trabalho durante a pré-produção do filme.
Lu Bassegio, diretora de fotografia do filme, com Fran Rebelatto.
Kira Pereira capta a sonoplastia durante travessia da fronteira.
Protagonistas da obra com a diretora em pausa para o mate.
Equipe reunida para discutir e planejar a produção de Pasageras.
Pasajeras foi um dos projetos contemplados pelo edital Rumos Itaú Cultural de 2018.