Novos protestos em Ciudad del Este para reivindicar e protestar contra corrupção

H2FOZ

Começou no sábado à tarde e se repetiu na manhã desta segunda-feira, 29. Revoltados com a falta de assistência do governo na crise econômica provocada pela pandemia, e também com o mau uso dos recursos públicos, manifestantes fecharam o acesso a Ciudad del Este, interrompendo o tráfego na rodovia PY02.

"Roubam tudo e o povo continua desprotegido", reclamou Gustavo González, um dos oradores da manifestação, de acordo com o jornal La Nación.

Frente a um forte aparato policial, um manifestante crucificou-se (protesto comum no Paraguai, de se deitar ou amarrar a uma cruz) e dois se acorrentaram em plena pista.

Muitos manifestantes, segundo o jornal, são de assentamentos na região, que disseram estar "cansados das mentiras do governo de Mario Abdo Benítez".

O governoa pretende investir US$ 2,5 bilhões num plano de reativação da economia, o que também foi questionado pelos manifestantes. Segundo eles, o Ministério da Saúde recebeu um aporte de US$ 94 milhões para investir no setor, mas só usou US$ 4 milhões.

Aldo Barrios, um dos representantes dos acampados, disse que eles vão prosseguir com o bloqueio até ter uma resposta a suas queixas.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.