H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Notícias

Por: H2FOZ - Paulo Bogler

Senado aprova projeto para adiar ENEM

Senado aprova projeto para adiar ENEM
Com a nota do ENEM, estudantes disputam vagas na universidade (Foto: Fernando Frazão/ABr)

H2FOZ - Paulo Bogler 

O Senado Federal aprovou, por 75 votos a 1, nessa terça-feira, 19, projeto de lei que adia a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), em decorrência da pandemia de covid-19. A proposta será analisada e votada pelo plenário da Câmara Federal. 

Conforme a proposição dos senadores, caso venha a ser transferida, a nova data do exame seria definida conforme a evolução das condições epidemiológicas. No Senado, foi lembrado o fato de que os alunos da rede pública "não tiveram sequer dois meses de aula completados neste ano letivo".

O relator do projeto, senador Izalci Lucas (PSDB-DF), disse que o adiamento do ENEM é para garantir igualdade de condição entre os candidatos. Ele ainda mencionou a insegurança do atual momento e afirmou que as universidades ainda não conseguem "saber em que condições elas estarão no primeiro semestre do ano que vem". 

O ENEM está previsto para acontecer nos dias 1º e 8 de novembro, e a nota será usada para a seleção de alunos nas universidades públicas brasileiras, além de ser critério para bolsas de estudo e financiamento estudantil. O exame, com inscrições abertas até esta sexta-feira, 22, já tem quatro milhões de inscritos.

Entidades que representam profissionais da educação e estudantes estão mobilizadas pela mudança de data do ENEM 2020. Em outras frentes, o adiamento da prova é requerido em instâncias da Justiça. 

Consulta aos inscritos

O Ministério da Educação (MEC) anunciou que fará consulta aos estudantes inscritos no ENEM sobre a data da prova, na última semana de junho, conforme o órgão. A participação será por meio da Página do Participante, que abriga todos os serviços aos candidatos.

Universidades do Paraná 

Dirigentes da Unioeste e das outras seis universidades estaduais paranaenses emitiram documento em que pedem o adiamento do ENEM. A nota afirma que a sociedade brasileira está envolvida, no momento, em iniciativas para reduzir danos e superar, de forma segura, a atual pandemia de covid-19 (clique aqui para ler).

(Com informações da Agência Brasil)

X