Câmara direciona R$ 5,6 milhões para entidades e áreas essenciais em Foz do Iguaçu

São 64 emendas coletivas impositivas para o restaurante popular, saúde, educação, esporte e cultura.

Apoie! Siga-nos no Google News

O orçamento do município contempla R$ 5,6 milhões para organizações sociais e áreas essenciais em Foz do Iguaçu. O montante de recursos é fruto de 64 emendas coletivas impositivas propostas e aprovadas pelos vereadores iguaçuenses.

LEIA TAMBÉM: Comunidade pode solicitar caçambas gratuitas em Foz do Iguaçu

Conforme o Legislativo, o dinheiro resulta de entendimentos envolvendo todas as bancadas em prol do desenvolvimento da cidade e em apoio às atividades assistenciais do terceiro setor. Os vereadores também apresentaram 262 emendas individuais.

Por lei, o prefeito é obrigado a executar todas as ações previstas nas emendas impositivas da Câmara Municipal. O dinheiro orçamentário contempla diversas iniciativas na saúde, como o tratamento da diabetes, atendimento a pessoas com deficiência e compra de ambulância.



Na educação, as emendas parlamentares englobam melhorias em nove escolas municipais e 12 centros de educação infantil. Também estão previstos recursos para aquisição de mobiliário, equipamentos e material permanente a estabelecimentos de ensino iguaçuenses.

Os legisladores ainda fizeram constar no orçamento público R$ 645 mil como parte da construção de um restaurante popular, dentro do programa de saúde nutricional e de segurança alimentar. E uma destinação de R$ 565 mil, em emenda individual, eleva para R$ 1,2 milhão o total para essa finalidade.

Esporte e cultura

As emendas dos vereadores também são canalizadas para atividades esportivas e continuidade de projetos mantidos pelas entidades iguaçuenses. Reforma do Teatro Barracão, ações culturais e iniciativas religiosas foram incluídas no orçamento deste ano.

Veja a lista de emendas, valores, autores e instituições contempladas.

LEIA TAMBÉM